Friday, 6 July 2007

TALKING (ANGOLAN) MUSIC @ SZAVANNA


"I am having fun with these interviews - it’s actually amazing how many exceptional people are out there blogging – Koluki is one of them. Her beautiful blog is a great selection of music & art and a lot more - I have asked her a few questions to find out more about her and of course music - this time from Angola."

That's how the immensely talented Anna Dani introduces our recent 'Q&A' in her brilliant Szavanna blog, which she dedicates to "remixing open source projects, music, and guru-shishya parampara." (Read more here)


"I am having fun with these interviews - it’s actually amazing how many exceptional people are out there blogging – Koluki is one of them. Her beautiful blog is a great selection of music & art and a lot more - I have asked her a few questions to find out more about her and of course music - this time from Angola."

That's how the immensely talented Anna Dani introduces our recent 'Q&A' in her brilliant Szavanna blog, which she dedicates to "remixing open source projects, music, and guru-shishya parampara." (Read more here)

8 comments:

Denudado said...

Koluki, gostei da entrevista e não tenho nada a objectar às suas escolhas musicais. No entanto, parece-me que poderia referir alguns nomes importantes que ficaram de fora, certamente por esquecimento. É o caso de Waldemar Bastos, Filipe Mukenga, Paulo Flores, Rui Mingas e outros ainda. Recuando mais no tempo, poderia citar também Lilly Tchiumba, Duo Ouro Negro, Belita Palma, Zé Viola, Minguito, Visconde de Castro, Carlos Lamartine, António Paulino, Sabu, Jovens do Prenda, Super Coba, Cabinda Ritmos, Super R3, etc. etc.

Do Alberto Teta Lando se dizia que ele ganhava tanto dinheiro a cantar, que o pai dele dormia num colchão recheado de notas de banco. Note-se que o que se dizia não era que o pai do Teta Lando tinha notas no colchão, mas sim que todo o colchão estava recheado só com notas! O povo inventa cada história...

Sobre o acordeonista e cantor Minguito, que era cego, contava-se que um dia lhe fizeram uma partida, dizendo-lhe que o iam levar até Lisboa. Meteram-no num avião, que levantou voo, deu duas ou três voltas por cima de Luanda e voltou a aterrar. Dizia-se que o cego Minguito julgou que tinha chegado mesmo a Lisboa e que foi muito difícil convencê-lo de que tinha sido alvo de uma partida e que realmente não tinha sequer saído de Luanda...

A saudosa Lourdes van Dunem, além de cantora, era locutora da estação de rádio Voz de Angola. Nesta sua função, ela recebia muitas cartas de admiradores seus, como facilmente se compreende. Algumas dessas cartas eram provocatórias, pois se dizia que ela era "muito boa". Um dos ouvintes escreveu-lhe uma vez pedindo-lhe que lhe ensinasse, ao microfone, como é que se faz amor... A Lourdes van Dunem ter-lhe-á respondido desta forma: «É casado? Namora? Se já é casado, então não precisa que lhe ensinem, porque já sabe como é que se faz. Se namora, peça então à sua namorada que lhe ensine. Se não é casado nem sequer namora, então ainda tem muito tempo para aprender»...

Koluki said...

Denudado: tem graca que acabo de encontrar um comentario um pouco na linha do seu (embora para pior, infelizmente...) no Szavanna.
Ora bem, como tive oportunidade de mencionar na minha resposta ao tal comentario, isto tratou-se de uma breve entrevista pessoal, para um blog pessoal... nao uma entrevista 'oficial' ou 'oficiosa' sobre a 'historia da musica angolana'... se o fosse eu recusar-me-ia certamente a presta-la e encaminharia a Anna ao mais velho Jorge Macedo!
Se o Denudado, ou a pessoa que fez o tal comentario, ou qualquer outra pessoa para esse efeito, tivessem sido os entrevistados, teriam tido a oportunidade de fazer as suas proprias listas de escolhas e preferencias. Esta foi apenas a minha... que, de resto, digo logo no inicio da frase, e' extraida de uma longa lista!
De facto, muito provavelmente seria preciso entrevistar-se um universo de pessoas de pelo menos um miliao de pessoas para cada artista angolano (passe o exagero)para se ter uma lista completa e verdadeiramente "representativa" do universo musical angolano. Portanto, garanto-lhe que os que "ficaram de fora" da MINHA lista, nao foi por "esquecimento"... nem tao pouco por "desprezo", foi apenas porque nao poderia de forma nenhuma citar TODOS os artistas angolanos que merecem ser citados, como alias a lista do Denudado o indica claramente, porque tambem deixa de fora uma serie de nomes que eu tambem nao citei ... E foi precisamente por essa razao que fiz questao de citar as compilacoes da 'Buda Musique' porque praticamente todos eles estao la' incluidos e tambem porque apresenta o que considero o melhor "resumo da historia da musica angolana" que conheco. Alias, foi tambem por isso que fiz desses albums varias referencias aqui no meu blog.
Agora, sobre as anedotas que conta: nao me parece que a proveniencia do dinheiro do pai do Teta tenha sido da sua musica, mas sim das suas propriedades. Mas apetece perguntar: tera' sido por isso que ele foi morto como foi e por quem foi?
A esse proposito, uma das "historias de Angola" que ainda estao por ser contadas e' a da expropriacao de angolanos negros proprietarios de terras e fazendas de pequeno, medio ou ate' grande porte no Norte de Angola. O meu avo paterno foi um deles, tendo por isso fugido para o Zaire no inicio da decada de 60, de onde voltou apenas depois da (nossa) Dipanda... apenas para ser chamado tambem 'regres' e 'zairois' em Luanda... ele que era Catetense de gema!

A 'naivete' do Minguito e' legendaria e e' o faz tambem um pouco a "magia encantatoria" da musica dele: "ai esse tango, ai esse tango, e' o tango que me diz a respeito da minha vida", ou "nossa sra. de Santa Ana venho pedir ajuda com tanta pobreza" (sei que esta citacao nao e' muito fiel a letra)...

Quanto a 'tia' Lourdes Vandunem, ela soube sempre ser uma senhora...

Koluki said...

P.S.: Acabo de encontrar um outro comentario da mesma pessoa no blog Szavanna... Acredito que a pessoa que o assina deve ser um/a do/as "ilustres visitantes" deste blog que nao gostam de ca' deixar rastos, mas... estao sempre pronta/os a ir arranjar "makas de sanzala" seja onde for!
Por isso preferi nao responder la' porque, cara Ana, quem quer que voce seja: e' muito feio ir arranjar 'makas de sanzala' em casa alheia! Fica mal a quem o provoca e e' uma falta de educacao para com a dona da casa!!!
A dona daquele blog apenas agora comeca a ter os seus primeiros contactos com Angola e a sua musica: com que impressao e' que ela fica agora de quem aparece la' a "criticar", "em nome de Angola", sem qualquer razao a nao ser a obvia busca de publicidade para o/s seu/s proprio/s blog/s, uma pessoa que ela gentilmente convidou a ser entrevistada por ela?!
Que figura triste!!!!

Koluki said...

P.S.2: Ha, esqueci-me de mencionar o seu acintoso "you win"! Voce acha que eu dei aquela entrevista para fazer algum concurso consigo que eu, de resto nao conheco de parte nenhuma, nem aos seus blogues?!
Nao sera' exactamente isto de que os Kalibrados falam naquela musica: "a conversar nao se entendem, so se entendem com porrada"! Nao ha duvida que eu estou mesmo MUITO LONGE da sua casa... porque nela e' obvio que tudo e' uma questao de competicao, inveja and... you win! Ainda que ridiculamente com quem nao se conhece de parte nenhuma!
E' MESMO MUITO TRISTE....

Anonymous said...

Xiiii… minha querida Koluki, eu não queria estar na tua pele... Parece que estás mesmo cercada de um enxame de miruís coadjuvado por um cardume de piranhas!! Póssilas… mas o quê que essa gente quer afinal? ?
Mas olha amiga, estás de parabéns por abrires estes novos caminhos internacionais para a música e a cultura da nossa terra na blogosfera!! E essa escolha do Ressurreição hoje está-me a cair tão bem, ai…
Beijinhos.

AR

Koluki said...

Querida AR: o que essa gente quer eu nao sei NEM ME INTERESSA! Mas eu sei bem o que quero dela/es: QUE VAO MORRER LONGE COM AS SUAS INVEJAS... MAS MUITO LONGE MESMO... DA MINHA CASA!!!

QUE PRAGA!!!!!

malonguito said...

Eehhehehehehehe, meu tiçãozinho encardido!!!
Tu também és danadinha para o racismo. Vê se te enxergas ó africanex a viver nas terras de sua branca magestade.
Então estás outra vez a braços com o putedo?????
Ahahahahahahaha. Melhor seria teres aceita a publicidadeque te quiz dar no meu blogue. Ainda vais a tempo, queres????

Anonymous said...

Olha minha querida, as músicas que faltam aqui são: PATOS FORA e CHAMEM A POLÍCIA!!!

AR