Saturday, 30 June 2012

Rousseau +300

 
'Man is born free, and everywhere he is in chains.'

Jean Jacques Rousseau's writing influenced revolutionary thought from the French Revolution to Karl Marx and Vladimir Lenin. He was an enlightenment figure who influenced the Romantics and Wordsworth. He wrote the first autobiography, The Confessions, he was a composer and a musician and was a revolutionary thinker on education and the prison system.

To mark the 300th anniversary of his birth and discuss why Rousseau still matters today Philip Dodd is joined by the novelist Lawrence Norfolk, philosopher Susan James, Professor of Intellectual History Richard Whatmore and specialist in 18th Century Literature Lucy Powell. The actor Samuel West will be reading from Rousseau's work.

[To listen to the show please follow this link]
 
 
 [My own take on Rousseau]
 
'Man is born free, and everywhere he is in chains.'

Jean Jacques Rousseau's writing influenced revolutionary thought from the French Revolution to Karl Marx and Vladimir Lenin. He was an enlightenment figure who influenced the Romantics and Wordsworth. He wrote the first autobiography, The Confessions, he was a composer and a musician and was a revolutionary thinker on education and the prison system.

To mark the 300th anniversary of his birth and discuss why Rousseau still matters today Philip Dodd is joined by the novelist Lawrence Norfolk, philosopher Susan James, Professor of Intellectual History Richard Whatmore and specialist in 18th Century Literature Lucy Powell. The actor Samuel West will be reading from Rousseau's work.

[To listen to the show please follow this link]
 
 
 [My own take on Rousseau]

Dikas, dikas e... mais dikas!





Tema livre: Diga o que melhor entender e souber sobre a mensagem que esta (fabulosa) imagem lhe transmite. Que será que o artista nos quis dizer? Sinceramente eu estou confuso...
(Reginaldo Silva)

Muanha Gouveia Gouveia - Na imagem vejo um abutre a "proteger" uma pomba,debaixo das suas asas. Moral da história: todo ser Humano,até o mais "insensível" as vezes pode mostrar humanismo e gesto nobre...

Edivaldo Ribeiro Ribeiro - Olhando através dos olhos do artista, devo dizer que pode tembém existir nesta imagem uma mensagem a ser decifrada, tal como um codigo, ou seja camuflar a uma ideia por meio de um pensamento. Será que este artista não está a dizer em poucas palavras que nem tudo o que parece é? ou então, tipo... pomba branca, a paz! e os abutres, os aproveitadores da paz se fazendo passar por macaco velho.

Lúcio Mauro Mendes - Concordo a mensagem por trás desta imagem esta muito bem retratada. Conhecendo a natureza das criaturas, a pomba branca simboliza a paz e o abutre não é propriamente uma ave "boa" porque esta alimenta-se de animais que já se encontram mortos ou feridos de morte (sendo assim o abutre simboliza a guerra). A interpretação que retiro da mesma é de que "os abutres" (e reparem que o artista passa a mensagem que são mais do que um) tem o domínio sobre a pomba (Paz), sendo assim são eles que determinam quando e onde deve haver a Paz para a sobrevivência deles próprios! Pode-se então concluir que os "fazedores" da Paz e da Guerra são os abutres.

 Vultures

In the greyness
and drizzle of one despondent
dawn unstirred by harbingers
of sunbreak a vulture
perching high on broken
bones of a dead tree
nestled close to his
mate his smooth
bashed-in head, a pebble
on a stem rooted in
a dump of gross
feathers, inclined affectionately
to hers. Yesterday they picked
the eyes of a swollen
corpse in a water-logged
trench and ate the
things in its bowel. Full
gorged they chose their roost
keeping the hollowed remnant
in easy range of cold
telescopic eyes...

Strange
indeed how love in other
ways so particular
will pick a corner
in that charnel-house
tidy it and coil up there, perhaps
even fall asleep - her face
turned to the wall!

...Thus the Commandant at Belsen
Camp going home for
the day with fumes of
human roast clinging
rebelliously to his hairy
nostrils will stop
at the wayside sweet-shop
and pick up a chocolate
for his tender offspring
waiting at home for Daddy's
return...

Praise bounteous
providence if you will
that grants even an ogre
a tiny glow-worm
tenderness encapsulated
in icy caverns of a cruel
heart or else despair
for in the very germ
of that kindred love is
lodged the perpetuity
of evil.

[Chinua Achebe]





 'The Sleep of Reason Produces Monsters' by Yinka Shonibare





Tema livre: Diga o que melhor entender e souber sobre a mensagem que esta (fabulosa) imagem lhe transmite. Que será que o artista nos quis dizer? Sinceramente eu estou confuso...
(Reginaldo Silva)

Muanha Gouveia Gouveia - Na imagem vejo um abutre a "proteger" uma pomba,debaixo das suas asas. Moral da história: todo ser Humano,até o mais "insensível" as vezes pode mostrar humanismo e gesto nobre...

Edivaldo Ribeiro Ribeiro - Olhando através dos olhos do artista, devo dizer que pode tembém existir nesta imagem uma mensagem a ser decifrada, tal como um codigo, ou seja camuflar a uma ideia por meio de um pensamento. Será que este artista não está a dizer em poucas palavras que nem tudo o que parece é? ou então, tipo... pomba branca, a paz! e os abutres, os aproveitadores da paz se fazendo passar por macaco velho.

Lúcio Mauro Mendes - Concordo a mensagem por trás desta imagem esta muito bem retratada. Conhecendo a natureza das criaturas, a pomba branca simboliza a paz e o abutre não é propriamente uma ave "boa" porque esta alimenta-se de animais que já se encontram mortos ou feridos de morte (sendo assim o abutre simboliza a guerra). A interpretação que retiro da mesma é de que "os abutres" (e reparem que o artista passa a mensagem que são mais do que um) tem o domínio sobre a pomba (Paz), sendo assim são eles que determinam quando e onde deve haver a Paz para a sobrevivência deles próprios! Pode-se então concluir que os "fazedores" da Paz e da Guerra são os abutres.

 Vultures

In the greyness
and drizzle of one despondent
dawn unstirred by harbingers
of sunbreak a vulture
perching high on broken
bones of a dead tree
nestled close to his
mate his smooth
bashed-in head, a pebble
on a stem rooted in
a dump of gross
feathers, inclined affectionately
to hers. Yesterday they picked
the eyes of a swollen
corpse in a water-logged
trench and ate the
things in its bowel. Full
gorged they chose their roost
keeping the hollowed remnant
in easy range of cold
telescopic eyes...

Strange
indeed how love in other
ways so particular
will pick a corner
in that charnel-house
tidy it and coil up there, perhaps
even fall asleep - her face
turned to the wall!

...Thus the Commandant at Belsen
Camp going home for
the day with fumes of
human roast clinging
rebelliously to his hairy
nostrils will stop
at the wayside sweet-shop
and pick up a chocolate
for his tender offspring
waiting at home for Daddy's
return...

Praise bounteous
providence if you will
that grants even an ogre
a tiny glow-worm
tenderness encapsulated
in icy caverns of a cruel
heart or else despair
for in the very germ
of that kindred love is
lodged the perpetuity
of evil.

[Chinua Achebe]





 'The Sleep of Reason Produces Monsters' by Yinka Shonibare

Monday, 25 June 2012

"ASSUMINDO"…






“É tempo de quem está no poder perceber também que o Bloco Democrático é uma “Banda Desenhada”, como lhe chamam depreciativamente os seus opositores, que faz falta à nossa democracia. Não vale a pena ter medo do seu discurso.
Não vale a pena fugir dos seus adjectivos. É uma Banda intelectual necessária à nossa política que tendo todo o direito de criticar o que está a ser mal gerido – e há muita coisa a ser mal gerida em vários domínios - é tempo dela perceber também que há coisas – nem tudo é claro – bem feitas pelo Executivo e reconhecer isso não a diminui, nem desvaloriza a oposição.
Pensar assim, é pensar pequeno e a Banda não pode ser pequena. Porque quem gosta da democracia não quer, seguramente, ver a Banda desfazer-se e daqui há quatro anos mudar de sigla novamente….”


[Gustavo Costa, in “Fraka gente e fraku nivel…” - Novo Jornal # 231, 22/06/2012]




Assumindo-me como “madrinha de baptismo” do BD – Banda Desenhada nao posso deixar de manifestar o meu protesto por me ver classificada, num artigo cujo autor (…velada... mas abertamente…) assume que (afinale?!) le o meu blog (…nao que eu “suspeitasse”..), como “opositora” do BD – Bloco Democratico!...

O “meu afilhado” BD ficou a dever o seu cognome apenas e tao so’ ao facto de o comportamento de duas das suas mais fanaticas militantes relativamente a mim e a materias publicadas neste blog assim o ter sugerido!… Nada, portanto, a ver com o BD enquanto partido!...


Quanto ao resto, parece-me oportuno transcrever uma troca de opinioes que tive recentemente com o Luiz Araujo na sua pagina no FB:



Ana Koluki Caro Luiz Araújo: tenho acompanhado os seus pensamentos sobre essas questoes e, na generalidade, tenho concordado com os seus pontos de vista no sentido de se criar uma plataforma civica comum que possa servir de forca impulsionadora para a instauracao e manutencao de uma verdadeira democracia em Angola. No entanto, o que me parece faltar acima de tudo entre os "protagonistas" (... e, embora sendo "pintada" como tal eu nao me incluo entre eles!...) e' vontade e, em alguns casos, capacidade de comunicacao. Nao pode haver um "entendimento comum" sobre o que e' a "verdadeira democracia" e qual o "melhor metodo ou via" para se a obter dadas as circunstancias concretas e reais quer do "poder", quer da "oposicao", sem dialogo, troca de ideias, concertacao de opinioes diversas e, acima de tudo RESPEITO PELO OUTRO! Sim, estou por exigir DIGNIDADE COM DIGNIDADE nao apenas do poder politico, mas tambem, e sobretudo, dos meus concidadaos a quem nunca considerei inferiores a mim - antes pelo contrario, sempre tratei como irmaos!...


Luiz Araújo Ana Koluki, antes de mais agradeço a atenção que deste a este post e aos anteriores com que venho insistindo na necessidade da gestação duma agenda comum de resistência contra a ditadura. Concordo que a primeira e uma das mais graves carências que vimos constatando é de vontade para se dialogar. Comunicamos bastante mas principalmente de nós para os outros, feitos receptores do que consideramos como as coisas devem ser feitas, e muito pouco como emissores que também são receptores do que os outros nos endereçam abertos ao seu tratamento e acolhimento nos moldes que resultem na reflexão dialogada e na cooperacção para o alcance duma meta comum. A verdade dos factos demonstra-nos que, em geral, as formações da oposição, organizações cívicas e quase todas e todos nós temos pela frente o desafio comum de vencermos a ditadura para a tirarmos da nossas vidas mas não nos juntamos para isso, (é facto não um juizo) e cada um continua a agir como franco atirador como se a pudesse vencer sozinho, também o facto. Temos recursos que até nos permitem realizar o dialogo, temos computadores com que participamos aqui no Facebook e que podemos usar para conferências (via skype ex) em que realizemos o dialogo. Dialogo mesmo, não o comando dos outros. Suponho que a maioria de nós sabe pelo menos minimamente o que será uma verdadeira democracia e um Estado de direito que tenho e a maioria de nós diz também ser a sua meta. Podemos e devemos aprofundar esse conhecimento como forma de promovermos um projecto de sociedade livre. Mas o desafio que nos é colocado pelas circunstancias de opressão e dominação que a ditadura impõe á sociedade, portanto o desafio nº 1 é agir para que a ditadura tenha fim, depois disso o desafio nº 2 será a realização do projecto de sociedade livre. Para enfrentarmos o desafio nº 1 é que tenho apelado a gestação duma ampla frente/movimento ou rede, como se queira, em que deixemos de ser uma miríade de franco atiradores dispersos e passemos a agir em cooperação até á realização da meta correspondente ao desafio nº1. Respeito pelo outro, para terminar, suponho que não seja o que me falte e não tenho aos meus concidadãos como inferiores em termos de direitos e liberdades, de cidadania. Agora na política como em todos os domínios do ser humano alguns têm mais qualidades do que outros, porque as adquiriram e exercitara, desenvolveram capacidades etc. Por ex eu serei inferior a um atleta campeão de futebol ou dos 100 metros livres porque não tenho as qualidades que ele tem para correr e ou jogar futebol. Mas nalguns domínios da actividade intelectual ex alguns de nós desenvolvem mais capacidades e não se tornando superiores aos outros em termos de direitos temos que reconhecer que se tornam mais capazes nesse domínios, não será. Abraço.

Luiz Araújo Posso desenvolver mais o foco sobre alguns aspectos e referir outros mas depois


Ana Koluki Luiz Araújo, obrigada pela detalhada resposta. Creio que nao ha' aqui grandes divergencias de substancia entre os nossos pontos de vista. Talvez haja alguma dissonancia em termos de "estrategia", mas espero pelo desenvolvimento que prometeu fazer depois para voltar a essa questao. Quanto a questao das qualidades/capacidades e associadas "superioridades/inferioridades", o que tenho aprendido ao longo da minha vida e' que, em principio, nenhum ser humano e' "superior" a outro/a. O que ha' serao niveis diferentes de conhecimento e/ou experiencia num determinado dominio, seja ele intelectual, profissional ou outro. E, obviamente, concordo que essas diferencas devem ser respeitadas e, quanto a mim isso faz parte do principio de RESPEITO PELO OUTRO e pela DIVERSIDADE entre a HUMANIDADE que todos constituimos - e', alias, nesse principio que se fundamenta a filosofia dos DIREITOS HUMANOS. E para que todos possam ser igualmente respeitados, dentro da especificidade do que cada um tem para oferecer a sociedade como cidadao de PLENO DIREITO e' preciso que cada um saiba reconhecer as suas competencias/incompetencias e pontos fortes e pontos fracos em cada dominio, para que cada um possa contribuir com o que de melhor tem a dar, naquilo em que e' mais capaz do que outros. De outro modo, continuarao a vingar as estrategias destrutivas baseadas no egocentrismo sem limites e no total desrespeito pelo outro!... Abraco de volta.






“É tempo de quem está no poder perceber também que o Bloco Democrático é uma “Banda Desenhada”, como lhe chamam depreciativamente os seus opositores, que faz falta à nossa democracia. Não vale a pena ter medo do seu discurso.
Não vale a pena fugir dos seus adjectivos. É uma Banda intelectual necessária à nossa política que tendo todo o direito de criticar o que está a ser mal gerido – e há muita coisa a ser mal gerida em vários domínios - é tempo dela perceber também que há coisas – nem tudo é claro – bem feitas pelo Executivo e reconhecer isso não a diminui, nem desvaloriza a oposição.
Pensar assim, é pensar pequeno e a Banda não pode ser pequena. Porque quem gosta da democracia não quer, seguramente, ver a Banda desfazer-se e daqui há quatro anos mudar de sigla novamente….”


[Gustavo Costa, in “Fraka gente e fraku nivel…” - Novo Jornal # 231, 22/06/2012]




Assumindo-me como “madrinha de baptismo” do BD – Banda Desenhada nao posso deixar de manifestar o meu protesto por me ver classificada, num artigo cujo autor (…velada... mas abertamente…) assume que (afinale?!) le o meu blog (…nao que eu “suspeitasse”..), como “opositora” do BD – Bloco Democratico!...

O “meu afilhado” BD ficou a dever o seu cognome apenas e tao so’ ao facto de o comportamento de duas das suas mais fanaticas militantes relativamente a mim e a materias publicadas neste blog assim o ter sugerido!… Nada, portanto, a ver com o BD enquanto partido!...


Quanto ao resto, parece-me oportuno transcrever uma troca de opinioes que tive recentemente com o Luiz Araujo na sua pagina no FB:



Ana Koluki Caro Luiz Araújo: tenho acompanhado os seus pensamentos sobre essas questoes e, na generalidade, tenho concordado com os seus pontos de vista no sentido de se criar uma plataforma civica comum que possa servir de forca impulsionadora para a instauracao e manutencao de uma verdadeira democracia em Angola. No entanto, o que me parece faltar acima de tudo entre os "protagonistas" (... e, embora sendo "pintada" como tal eu nao me incluo entre eles!...) e' vontade e, em alguns casos, capacidade de comunicacao. Nao pode haver um "entendimento comum" sobre o que e' a "verdadeira democracia" e qual o "melhor metodo ou via" para se a obter dadas as circunstancias concretas e reais quer do "poder", quer da "oposicao", sem dialogo, troca de ideias, concertacao de opinioes diversas e, acima de tudo RESPEITO PELO OUTRO! Sim, estou por exigir DIGNIDADE COM DIGNIDADE nao apenas do poder politico, mas tambem, e sobretudo, dos meus concidadaos a quem nunca considerei inferiores a mim - antes pelo contrario, sempre tratei como irmaos!...


Luiz Araújo Ana Koluki, antes de mais agradeço a atenção que deste a este post e aos anteriores com que venho insistindo na necessidade da gestação duma agenda comum de resistência contra a ditadura. Concordo que a primeira e uma das mais graves carências que vimos constatando é de vontade para se dialogar. Comunicamos bastante mas principalmente de nós para os outros, feitos receptores do que consideramos como as coisas devem ser feitas, e muito pouco como emissores que também são receptores do que os outros nos endereçam abertos ao seu tratamento e acolhimento nos moldes que resultem na reflexão dialogada e na cooperacção para o alcance duma meta comum. A verdade dos factos demonstra-nos que, em geral, as formações da oposição, organizações cívicas e quase todas e todos nós temos pela frente o desafio comum de vencermos a ditadura para a tirarmos da nossas vidas mas não nos juntamos para isso, (é facto não um juizo) e cada um continua a agir como franco atirador como se a pudesse vencer sozinho, também o facto. Temos recursos que até nos permitem realizar o dialogo, temos computadores com que participamos aqui no Facebook e que podemos usar para conferências (via skype ex) em que realizemos o dialogo. Dialogo mesmo, não o comando dos outros. Suponho que a maioria de nós sabe pelo menos minimamente o que será uma verdadeira democracia e um Estado de direito que tenho e a maioria de nós diz também ser a sua meta. Podemos e devemos aprofundar esse conhecimento como forma de promovermos um projecto de sociedade livre. Mas o desafio que nos é colocado pelas circunstancias de opressão e dominação que a ditadura impõe á sociedade, portanto o desafio nº 1 é agir para que a ditadura tenha fim, depois disso o desafio nº 2 será a realização do projecto de sociedade livre. Para enfrentarmos o desafio nº 1 é que tenho apelado a gestação duma ampla frente/movimento ou rede, como se queira, em que deixemos de ser uma miríade de franco atiradores dispersos e passemos a agir em cooperação até á realização da meta correspondente ao desafio nº1. Respeito pelo outro, para terminar, suponho que não seja o que me falte e não tenho aos meus concidadãos como inferiores em termos de direitos e liberdades, de cidadania. Agora na política como em todos os domínios do ser humano alguns têm mais qualidades do que outros, porque as adquiriram e exercitara, desenvolveram capacidades etc. Por ex eu serei inferior a um atleta campeão de futebol ou dos 100 metros livres porque não tenho as qualidades que ele tem para correr e ou jogar futebol. Mas nalguns domínios da actividade intelectual ex alguns de nós desenvolvem mais capacidades e não se tornando superiores aos outros em termos de direitos temos que reconhecer que se tornam mais capazes nesse domínios, não será. Abraço.

Luiz Araújo Posso desenvolver mais o foco sobre alguns aspectos e referir outros mas depois


Ana Koluki Luiz Araújo, obrigada pela detalhada resposta. Creio que nao ha' aqui grandes divergencias de substancia entre os nossos pontos de vista. Talvez haja alguma dissonancia em termos de "estrategia", mas espero pelo desenvolvimento que prometeu fazer depois para voltar a essa questao. Quanto a questao das qualidades/capacidades e associadas "superioridades/inferioridades", o que tenho aprendido ao longo da minha vida e' que, em principio, nenhum ser humano e' "superior" a outro/a. O que ha' serao niveis diferentes de conhecimento e/ou experiencia num determinado dominio, seja ele intelectual, profissional ou outro. E, obviamente, concordo que essas diferencas devem ser respeitadas e, quanto a mim isso faz parte do principio de RESPEITO PELO OUTRO e pela DIVERSIDADE entre a HUMANIDADE que todos constituimos - e', alias, nesse principio que se fundamenta a filosofia dos DIREITOS HUMANOS. E para que todos possam ser igualmente respeitados, dentro da especificidade do que cada um tem para oferecer a sociedade como cidadao de PLENO DIREITO e' preciso que cada um saiba reconhecer as suas competencias/incompetencias e pontos fortes e pontos fracos em cada dominio, para que cada um possa contribuir com o que de melhor tem a dar, naquilo em que e' mais capaz do que outros. De outro modo, continuarao a vingar as estrategias destrutivas baseadas no egocentrismo sem limites e no total desrespeito pelo outro!... Abraco de volta.

Thursday, 21 June 2012

Just Poetry xlviii

 

De Todas as Maneiras

De todas as maneiras que há de amar
Nós já nos amamos
Com todas as palavras feitas pra sangrar
Já nos cortamos

Agora já passa da hora, tá lindo lá fora
Larga a minha mão, solta as unhas do meu coração
Que ele está apressado
E desanda a bater desvairado

Quando entra o verão
De todas as maneiras que há de amar
Já nos machucamos
Com todas as palavras feitas pra humilhar

Nos afagamos
Agora já passa da hora, tá lindo lá fora
Larga a minha mão, solta as unhas do meu coração
Que ele está apressado
E desanda a bater desvairado

[Chico Buarque de Hollanda/ Maria Bethânia]


Wednesday, 20 June 2012

DO BBBB...






... OUTRA DIKA MAIS!

“Kota Reginaldo silva, se a memória não me falha, pelos vistos nunca lhe vi a usar gravata...

“Reginaldo Silva - só no casamento dos meus filhos e no meu que foi há muitos anos”


Aproveito a oportunidade para mandar estas dikas (que ha’ muito tenho em mente – so’ me faltava uma “boa oportunidade”!...) ‘a Exma. Sra. Dona Casada de Papel Passado e Alianca no Dedo [*] - desculpe-me, nao faco a menor ideia de quem seja e muito menos sei o seu nome…:



Bem sei que para ele (...assim o escreveu uma vez no seu blog...) "mulher e' mesmo so' para ter filhos, cozinhar, lavar roupa e passar a ferro", mas...

-         Faca o favor de “tomar melhor conta” do seu maridinho para que ele nao ande por ai a solta no ciberespaco e arredores feito PREDADOR de Mulheres Dignas, Honestas e Honradas como eu, que nunca sequer o conheceram bem pessoalmente, nem com ele trocaram uma palavra, quanto mais dar-lhe qualquer motivo para ele andar a tentar destruir a minha REPUTACAO e a minha VIDA, a nao ser apenas por eu lhe ter DADO COM OS PES!... Ou, para usar as "palavras dele", because I didn't want to KEEP IN TOUCH with him!...

-         Tente dar-se ao respeito: comece por exigir que ele coloque a sua foto na pagina dele no Facebook com a indicacao de “casado com” seguida do seu nome, como fazem muitos Homens orgulhosamente casados e que a apresente, senao como “a mulher mais importante da sua vida” – que ja’ “todos sabemos” que foi a mae dele – pelo menos como “a mulher da sua vida”!...

-         Seja, no dia a dia e nao apenas ao domingo, Mulher o suficiente para ter a coragem de sair da sua zona de conforto e assumir a responsabilidade de “refrescar” o vosso casamento de “ha’ muitos anos” e de lhe hiper-inflacionar o super-deficitario ego tendo o “atrevimento” de lhe chamar publicamente “querido” e de tomar a iniciativa de “mobilizar campanhas de solidariedade” para o “defenderem contra mim”, enquanto o declara INTOCAVEL!...

-         Se essas dikas falharem tente seguir o exemplo da “invisivel” mulher deste cartoon...



Faca isso e faca-o bem e depressa antes que ele acabe, mais cedo do que tarde, como o seu sogro!...

Nao que eu esteja minimamente preocupada com a vossa vida conjugal ou com a sua saude mental; e’ apenas porque quero que ele esteja LUCIDO quando, mais cedo ou mais tarde, vier a responder pelos CRIMES que reincidente e impunemente vem cometendo contra a minha pessoa!...

MUITO OBRIGADA.


E se precisar de mais dikas, aqui tem:

Mensagens...

 ... Uma Outra Kampanha


Um Caso de Psiquiatria.. e de Policia!


O Soneto e a Emenda


Reality Bites


Rio de Sangue


(In) Civilidades


"KWIZZ..."




*[C.C.: 'A Madre Superiora dos Valores e Principios Amorais]




P.S.: 


JA’ AGORA, PORQUE NAO MAIS UMA DIKA?

Reginaldo Silva
A isto chama-se neo-liberalismo matrimonial.
Em nome da criatividade e do pragmatismo pode ser uma solução sustentável para salvar uma velha instituição que todos os dias corre sérios riscos de extinção mas acaba sempre por sobreviver, ten...do agora como concorrente frontal o "casamento homossexual".
Com este tipo de "casamento" a deslealdade foi levada ao seu limite, tendo atingido o chamado ponto de rebuçado.
Só os dois sabem como é que o casamento tradicional tem sobrevivido.
Tenho um amigo especialista nesta matéria que já descobriu qual é o momento exacto em que o casamento anuncia o seu fim.
É naquela altura em que o marido e a mulher só discutem por duas razões.
Quem descobrir quais são ganha um divórcio de borla...
ATT Margarida Paredes


Margarida Paredes RS querido ... que chatice agora os machos, dinâmicos e de barba dura para se acasalarem já não concorrem apenas com metade da humanidade, concorrem com a humanidade inteira :) Vê a situação pelo lado positivo, o mercado sentimental e sexual para os machos dinâmicos e de barba dura também se alargou à humanidade inteira hihihii!


... OUTRA DIKA MAIS!

“Kota Reginaldo silva, se a memória não me falha, pelos vistos nunca lhe vi a usar gravata...

“Reginaldo Silva - só no casamento dos meus filhos e no meu que foi há muitos anos”


Aproveito a oportunidade para mandar estas dikas (que ha’ muito tenho em mente – so’ me faltava uma “boa oportunidade”!...) ‘a Exma. Sra. Dona Casada de Papel Passado e Alianca no Dedo [*] - desculpe-me, nao faco a menor ideia de quem seja e muito menos sei o seu nome…:



Bem sei que para ele (...assim o escreveu uma vez no seu blog...) "mulher e' mesmo so' para ter filhos, cozinhar, lavar roupa e passar a ferro", mas...

-         Faca o favor de “tomar melhor conta” do seu maridinho para que ele nao ande por ai a solta no ciberespaco e arredores feito PREDADOR de Mulheres Dignas, Honestas e Honradas como eu, que nunca sequer o conheceram bem pessoalmente, nem com ele trocaram uma palavra, quanto mais dar-lhe qualquer motivo para ele andar a tentar destruir a minha REPUTACAO e a minha VIDA, a nao ser apenas por eu lhe ter DADO COM OS PES!... Ou, para usar as "palavras dele", because I didn't want to KEEP IN TOUCH with him!...

-         Tente dar-se ao respeito: comece por exigir que ele coloque a sua foto na pagina dele no Facebook com a indicacao de “casado com” seguida do seu nome, como fazem muitos Homens orgulhosamente casados e que a apresente, senao como “a mulher mais importante da sua vida” – que ja’ “todos sabemos” que foi a mae dele – pelo menos como “a mulher da sua vida”!...

-         Seja, no dia a dia e nao apenas ao domingo, Mulher o suficiente para ter a coragem de sair da sua zona de conforto e assumir a responsabilidade de “refrescar” o vosso casamento de “ha’ muitos anos” e de lhe hiper-inflacionar o super-deficitario ego tendo o “atrevimento” de lhe chamar publicamente “querido” e de tomar a iniciativa de “mobilizar campanhas de solidariedade” para o “defenderem contra mim”, enquanto o declara INTOCAVEL!...

-         Se essas dikas falharem tente seguir o exemplo da “invisivel” mulher deste cartoon...



Faca isso e faca-o bem e depressa antes que ele acabe, mais cedo do que tarde, como o seu sogro!...

Nao que eu esteja minimamente preocupada com a vossa vida conjugal ou com a sua saude mental; e’ apenas porque quero que ele esteja LUCIDO quando, mais cedo ou mais tarde, vier a responder pelos CRIMES que reincidente e impunemente vem cometendo contra a minha pessoa!...

MUITO OBRIGADA.


E se precisar de mais dikas, aqui tem:

Mensagens...

 ... Uma Outra Kampanha


Um Caso de Psiquiatria.. e de Policia!


O Soneto e a Emenda


Reality Bites


Rio de Sangue


(In) Civilidades


"KWIZZ..."




*[C.C.: 'A Madre Superiora dos Valores e Principios Amorais]




P.S.: 


JA’ AGORA, PORQUE NAO MAIS UMA DIKA?

Reginaldo Silva
A isto chama-se neo-liberalismo matrimonial.
Em nome da criatividade e do pragmatismo pode ser uma solução sustentável para salvar uma velha instituição que todos os dias corre sérios riscos de extinção mas acaba sempre por sobreviver, ten...do agora como concorrente frontal o "casamento homossexual".
Com este tipo de "casamento" a deslealdade foi levada ao seu limite, tendo atingido o chamado ponto de rebuçado.
Só os dois sabem como é que o casamento tradicional tem sobrevivido.
Tenho um amigo especialista nesta matéria que já descobriu qual é o momento exacto em que o casamento anuncia o seu fim.
É naquela altura em que o marido e a mulher só discutem por duas razões.
Quem descobrir quais são ganha um divórcio de borla...
ATT Margarida Paredes


Margarida Paredes RS querido ... que chatice agora os machos, dinâmicos e de barba dura para se acasalarem já não concorrem apenas com metade da humanidade, concorrem com a humanidade inteira :) Vê a situação pelo lado positivo, o mercado sentimental e sexual para os machos dinâmicos e de barba dura também se alargou à humanidade inteira hihihii!


Tuesday, 19 June 2012

Gostei de Ler (9)


História e Sensibilidades Políticas

Cada vez gosto mais de falar no presente do singular, ao mesmo tempo que não apenas admito mas defendo que a voz dos analfabetos, mais a voz dos doutores, mais a voz dos que não são “nem carne nem peixe “ social, económica e politicamente, devem ter voz em qualquer sociedade . Clara, inequívoca e só de forma indirecta em Estados onde é claramente impossível defender o voto secreto e universal entre maiorias que ainda andam pela “comunidade primitiva”. A única coisa que, por conseguinte, acho ter conseguido transformar ao longo dos anos, foi o deixar de falar pelos outros, em nome dos outros, mesmo que em defesa de todos ( minha, dos meus a vários níveis, e dos outros em geral). Por isso, talvez só por isso , faço uma destrinça muito grande entre as pessoas e os grupos que, nos dias que correm, defendem a DEMOCRACIA representativa como meio essencial para “ mudar o mundo“.
(…)
É aqui, entre estes últimos, que há necessidade de não permitir que as ideias fiquem pela nebulosidade, pela escuridão, pela destrinça entre quem se considera proprietário hegemónico de um território e quem tem como património, porque sempre teve “Angola no coração“, esteja na Austrália nos EUA ou na Rússia, um espaço social determinado. E qual é a destrinça a fazer-se ? Não tenho, neste caso, dúvidas. É entre: a ) quem sendo equilibrado foi gerindo ou foi acompanhando a gestão dos poderes , ao longo da História, com defeitos e com falhas, com erros ou não , aceitando ou compreendendo as mudanças mas sinalizando o que foi mal feito; e entre quem b) foi, e continua coerentemente a ser , equilibrista , malabarista como diziam alguns angolenses, naturais da terra e colonos , já nos anos 30-40 do século XX. Isto é, aqueles que diziam ter razão nos anos 30-60 porque o nacionalismo imperava, aqueles que defenderam um novo nacionalismo ou o liberalismo quando a “guerra fria“ se tornou mais quente; aqueles que defenderam o leninismo porque achavam que o mundo estava em transição para o socialismo.
E agora, que a integração capitalista apareceu como um facto mundial evidente, ao mesmo tempo que os antigos poderes imperiais “estremecem“, andam para aí a “mandar bocas “ defendendo agora ...e não há 40 anos atrás ......a modernidade .
Nada disto é pessoal. Nada disto é crier contradição onde devia haver confluência de pontos de vista em face de perigos e adversários políticos mais importantes ou principais. Tudo isto é, apenas e tão só, a manifestação da defesa de uma sensibilidade política que recusa - e recusará sempre – o situacionismo. O situacionismo daqueles que dizem: “ como sempre foi assim “, “nós vamos ser fascistas no fascismo”, “ vamos ser leninistas quando o leninismo mandar “ e “ vamos ser liberais“ ou “democratas “, quando a democracia representativa liderar. Que pena que o mundo dê mais voz ao equilibrismo e ao malabarismo do que a quem, errado ou certo , pluralmente defende as suas ideias , independentemente dos regimes, dos sistemas e das “ correlações de forcas“ com que se defrontam no dia a dia da sua história particular.

Eugénio Monteiro Ferreira

[Aqui]


Posts Relacionados:

Sobre o Movimento Associativo Estudantil



Olhares Diversos X

"Direito de Resposta"


História e Sensibilidades Políticas

Cada vez gosto mais de falar no presente do singular, ao mesmo tempo que não apenas admito mas defendo que a voz dos analfabetos, mais a voz dos doutores, mais a voz dos que não são “nem carne nem peixe “ social, económica e politicamente, devem ter voz em qualquer sociedade . Clara, inequívoca e só de forma indirecta em Estados onde é claramente impossível defender o voto secreto e universal entre maiorias que ainda andam pela “comunidade primitiva”. A única coisa que, por conseguinte, acho ter conseguido transformar ao longo dos anos, foi o deixar de falar pelos outros, em nome dos outros, mesmo que em defesa de todos ( minha, dos meus a vários níveis, e dos outros em geral). Por isso, talvez só por isso , faço uma destrinça muito grande entre as pessoas e os grupos que, nos dias que correm, defendem a DEMOCRACIA representativa como meio essencial para “ mudar o mundo“.
(…)
É aqui, entre estes últimos, que há necessidade de não permitir que as ideias fiquem pela nebulosidade, pela escuridão, pela destrinça entre quem se considera proprietário hegemónico de um território e quem tem como património, porque sempre teve “Angola no coração“, esteja na Austrália nos EUA ou na Rússia, um espaço social determinado. E qual é a destrinça a fazer-se ? Não tenho, neste caso, dúvidas. É entre: a ) quem sendo equilibrado foi gerindo ou foi acompanhando a gestão dos poderes , ao longo da História, com defeitos e com falhas, com erros ou não , aceitando ou compreendendo as mudanças mas sinalizando o que foi mal feito; e entre quem b) foi, e continua coerentemente a ser , equilibrista , malabarista como diziam alguns angolenses, naturais da terra e colonos , já nos anos 30-40 do século XX. Isto é, aqueles que diziam ter razão nos anos 30-60 porque o nacionalismo imperava, aqueles que defenderam um novo nacionalismo ou o liberalismo quando a “guerra fria“ se tornou mais quente; aqueles que defenderam o leninismo porque achavam que o mundo estava em transição para o socialismo.
E agora, que a integração capitalista apareceu como um facto mundial evidente, ao mesmo tempo que os antigos poderes imperiais “estremecem“, andam para aí a “mandar bocas “ defendendo agora ...e não há 40 anos atrás ......a modernidade .
Nada disto é pessoal. Nada disto é crier contradição onde devia haver confluência de pontos de vista em face de perigos e adversários políticos mais importantes ou principais. Tudo isto é, apenas e tão só, a manifestação da defesa de uma sensibilidade política que recusa - e recusará sempre – o situacionismo. O situacionismo daqueles que dizem: “ como sempre foi assim “, “nós vamos ser fascistas no fascismo”, “ vamos ser leninistas quando o leninismo mandar “ e “ vamos ser liberais“ ou “democratas “, quando a democracia representativa liderar. Que pena que o mundo dê mais voz ao equilibrismo e ao malabarismo do que a quem, errado ou certo , pluralmente defende as suas ideias , independentemente dos regimes, dos sistemas e das “ correlações de forcas“ com que se defrontam no dia a dia da sua história particular.

Eugénio Monteiro Ferreira



Posts Relacionados:

Sobre o Movimento Associativo Estudantil



Olhares Diversos X

"Direito de Resposta"

Meanwhile, Somewhere Else...




"Sou de um tempo mau, um tempo mau demais para ser lembrado mas é desse tempo, que não devemos finger que não existiu sob pena de um dia desses, ainda nos virem dizer que antes e depois do 25 de Abril de 1974, nunca houve ditadura e muito menos censura jornalística.
Negá-lo seria negar a história. E, a história não se nega, nem se renega. Como diria James Carvile, antigo estratega de Bill Clinton em relação à economia, diria eu agora, que é a história, estúpido!
Desse tempo persistem, perturbadores, sinais que andam a colocar políticos, governantes e cidadãos com medo de perderem o que lhes resta de liberdade e que lhes vai já escapando por medo de a usufruírem na plenitude. Esses sinais, mesmo reconhecendo que há entre nós muita promiscuidade entre negócios e política, ao instalar a devassa da vida privada de figuras públicas dos mais variados extractos e categorias sociais, estão a emblematizar a nossa miséria moral.
São sinais que exalam o medo pelo exercício, a todo o gás, do direito de cidadania, que assiste a quem, em democracia, acima das filiações partidárias, tem direito à repulsa e à indignação.
Medo de quem tem medo de se impor como cidadão livre, que seja capaz de caricaturar a política e os politicos e de afrontar o policiamento de que, à revelia da lei, são vítimas os seus passos e telefones. Medo porque o segredo de Estado, sempre o segredo de Estado, passou a configurar o Estado do nosso segredo..."

[GC in NJ - 15/06/2012]

Post Relacionado:





"Sou de um tempo mau, um tempo mau demais para ser lembrado mas é desse tempo, que não devemos finger que não existiu sob pena de um dia desses, ainda nos virem dizer que antes e depois do 25 de Abril de 1974, nunca houve ditadura e muito menos censura jornalística.
Negá-lo seria negar a história. E, a história não se nega, nem se renega. Como diria James Carvile, antigo estratega de Bill Clinton em relação à economia, diria eu agora, que é a história, estúpido!
Desse tempo persistem, perturbadores, sinais que andam a colocar políticos, governantes e cidadãos com medo de perderem o que lhes resta de liberdade e que lhes vai já escapando por medo de a usufruírem na plenitude. Esses sinais, mesmo reconhecendo que há entre nós muita promiscuidade entre negócios e política, ao instalar a devassa da vida privada de figuras públicas dos mais variados extractos e categorias sociais, estão a emblematizar a nossa miséria moral.
São sinais que exalam o medo pelo exercício, a todo o gás, do direito de cidadania, que assiste a quem, em democracia, acima das filiações partidárias, tem direito à repulsa e à indignação.
Medo de quem tem medo de se impor como cidadão livre, que seja capaz de caricaturar a política e os politicos e de afrontar o policiamento de que, à revelia da lei, são vítimas os seus passos e telefones. Medo porque o segredo de Estado, sempre o segredo de Estado, passou a configurar o Estado do nosso segredo..."

[GC in NJ - 15/06/2012]

Post Relacionado:


Meanwhile on Facebook...


{My Dream House}

No, my dream house is not Facebook!...

Trago-a apenas para aqui porque foi no espaco de comentarios a essa foto no Facebook que se desenrolou a que ate' agora foi a conversa mais interessante que ja' tive na minha pagina naquele site.
Dela transcrevo este meu comentario:

"O nosso problema em Afrika e’ precisamente esse: pensamos sempre estar a “perder tempo” com causas que nos parecem “menores” e “estritamente pessoais” em face daquilo que nos parecem ser as “causas maiores” e do “interese comum”!... Ora bem: Aqui estou eu a lutar por justica num caso que e’ aparentemente “estritamente pessoal”. Mas sera’ apenas do meu interesse pessoal ver justica ser feita neste caso?! Sera’ que alguem que vem seguindo esta “saga” se sente “imune e completamente protegido” de ver a sua privacidade completamente invadida, a sua dignidade brutalizada, o seu nome difamado, caluniado e injuriado em praca publica?! Sera’ que alguem pensa que as “escutas e vigias” de que me queixo sao mera “ficcao” inventada por mim e que potencialmente todo e qualquer cidadao angolano nao esta’ sujeito a ser vitima dos crimes resultantes de um sistema policial completamente descontrolado?!...
Sera’ que denunciar e desmascarar quem pratica tais actos e se esconde por detras desse mesmo sistema e do seu “estatuto” como “jornalista” e membro do “conselho deontologico do sindicato da sua classe”, para alem dos seus “milhares de amigos” no FB depois de ter “vulturado” o meu blog para granjear uma audiencia que nunca conseguiu na blogosfera, etc. etc. etc., e’ apenas do meu “interesse individual”?!
Sera’ que tais actos, que passam pela supressao do meu direito a livre expressao, atraves do hacking e sabotagem do meu blog e das minhas paginas aqui no Facebook, nao sao atentatorios da Democracia – esse “bem maior” e do “interesse comum” porque dizemos lutar?!
Depois queixamo-nos de que sao sempre os “estrangeiros” que teem que lutar pelas nossas causas atraves das suas NGOs e organizacoes de defesa dos Direitos Humanos, nao e’?!..."



{My Dream House}

No, my dream house is not Facebook!...

Trago-a apenas para aqui porque foi no espaco de comentarios a essa foto no Facebook que se desenrolou a que ate' agora foi a conversa mais interessante que ja' tive na minha pagina naquele site.
Dela transcrevo este meu comentario:

"O nosso problema em Afrika e’ precisamente esse: pensamos sempre estar a “perder tempo” com causas que nos parecem “menores” e “estritamente pessoais” em face daquilo que nos parecem ser as “causas maiores” e do “interese comum”!... Ora bem: Aqui estou eu a lutar por justica num caso que e’ aparentemente “estritamente pessoal”. Mas sera’ apenas do meu interesse pessoal ver justica ser feita neste caso?! Sera’ que alguem que vem seguindo esta “saga” se sente “imune e completamente protegido” de ver a sua privacidade completamente invadida, a sua dignidade brutalizada, o seu nome difamado, caluniado e injuriado em praca publica?! Sera’ que alguem pensa que as “escutas e vigias” de que me queixo sao mera “ficcao” inventada por mim e que potencialmente todo e qualquer cidadao angolano nao esta’ sujeito a ser vitima dos crimes resultantes de um sistema policial completamente descontrolado?!...
Sera’ que denunciar e desmascarar quem pratica tais actos e se esconde por detras desse mesmo sistema e do seu “estatuto” como “jornalista” e membro do “conselho deontologico do sindicato da sua classe”, para alem dos seus “milhares de amigos” no FB depois de ter “vulturado” o meu blog para granjear uma audiencia que nunca conseguiu na blogosfera, etc. etc. etc., e’ apenas do meu “interesse individual”?!
Sera’ que tais actos, que passam pela supressao do meu direito a livre expressao, atraves do hacking e sabotagem do meu blog e das minhas paginas aqui no Facebook, nao sao atentatorios da Democracia – esse “bem maior” e do “interesse comum” porque dizemos lutar?!
Depois queixamo-nos de que sao sempre os “estrangeiros” que teem que lutar pelas nossas causas atraves das suas NGOs e organizacoes de defesa dos Direitos Humanos, nao e’?!..."


Monday, 18 June 2012

Mais "Dikas" do BBBB



"... Alguém me disse esta tarde que ao lado do que se passa em Angola, o Watergate original, é um menino de coro.Isto quer dizer que Angola aprendeu e muito bem as lições de Watergate...Acredito, entretanto, que a maioria dos angolanos não faz parte desta Angola que absorveu e aplica diariamente as piores lições de Watergate.Neste âmbito Watergate significa o vale tudo em política, sobretudo quando se trata de tudo fazer sem olhar a meios e ignorando os escrúpulos..."

ENQUANTO A FALTA DE VERGONHA NA CARA NAO MATA E A JUSTICA TARDA...

Que tal um bom "enxerto de porrada"?!...

"Um dos anónimos que comentou no CK, com o código de "Catete" escreveu o seguinte: "(...)esse mercenario do reginaldo silva merece uma carga de purrada, mas purrada a serio para não falar mas atoa"."



POSTS RELACIONADOS:






 


"... Alguém me disse esta tarde que ao lado do que se passa em Angola, o Watergate original, é um menino de coro.Isto quer dizer que Angola aprendeu e muito bem as lições de Watergate...Acredito, entretanto, que a maioria dos angolanos não faz parte desta Angola que absorveu e aplica diariamente as piores lições de Watergate.Neste âmbito Watergate significa o vale tudo em política, sobretudo quando se trata de tudo fazer sem olhar a meios e ignorando os escrúpulos..."

ENQUANTO A FALTA DE VERGONHA NA CARA NAO MATA E A JUSTICA TARDA...

Que tal um bom "enxerto de porrada"?!...

"Um dos anónimos que comentou no CK, com o código de "Catete" escreveu o seguinte: "(...)esse mercenario do reginaldo silva merece uma carga de purrada, mas purrada a serio para não falar mas atoa"."



POSTS RELACIONADOS:






 

Wednesday, 13 June 2012

Sobre o Movimento Estudantil (VI)



"Ao longo de 1975, grupos de professores prepararam teses sobre o Ensino em
Angola que foram debatidas no I Grande Encontro Nacional de Educação, entre 23 de Outubro e 5 de Novembro de 1975. O encontro decorria numa altura em que o estado do Ensino estava “calamitoso”, carente de uma descolonização que “libertasse as mentes para a criação de um homem novo” e permitisse o acesso dos mais desfavorecidos, com o desmantelamento das estruturas coloniais. 

Responsáveis pelo MPLA discursaram na sessão de abertura. Lopo do Nascimento falou na necessidade de “formar uma nova mentalidade”, porque a história da educação em Angola juntava a história da sociedade tradicional e a história da sociedade colonial fascista, e a última não lhes interessava. O novo Director Geral do MEC, engenheiro Guerra Marques, falou no “entorpecimento” do ensino colonial decorrente da “máquina colonial‐fascista”.

Além dos conteúdos programáticos o Encontro da Educação discutiu a definição
politico‐ideológica da escola, a sua relação com a produção, a organização das
estruturas escolares na fase da Resistência Popular Generalizada e o escalonamento
dos graus de ensino. “(…) Foram apresentadas centenas de teses. Creio que teve
forte impacto nos professores angolanos apesar do seu escasso número e limitada
preparação (…)”. 

Os objectivos para a Educação ficaram assentes: “elevar o nível de vida” do povo e criar “um Homem Novo Angolano”. Este novo angolano não podia ter os “vícios” da “(…) mistificação colonial, neo‐colonial e imperialista; do dogmatismo e idealismo; da exploração do homem pelo homem, da ignorância e obscurantismo (…)”.

A metodologia devia seguir a linha política do MPLA, obedecendo a dois princípios:
criação de um sistema de aprendizagem, no qual a força principal era o trabalho do
povo, e a promoção de um ensino ligado à produção colectiva."



Lúcio Lara encerrou o encontro com um discurso marcado pelo confronto com
a UNITA e a FNLA. “(…) Na etapa actual (…) a vitória militar torna‐se condição das
conquistas noutras frentes. Eis porque a tarefa fundamental da escola será tornar‐se
uma arma de resistência popular contra a agressão imperialista. As escolas (…) não
poderão perder de vista a ideia de que se devem preparar para a guerra. Todos os seus componentes devem aprender a enfrentar situações de confronto, aprender a
defender‐se e a atacar o inimigo (…)”. O responsável do MPLA preconizou o ensino
gratuito e obrigatório, a adaptação dos conteúdos às realidades angolanas e a eliminação das matérias sem aplicação prática. Defendeu a abertura do ensino médio e universitário aos trabalhadores com prática na produção e aos que se viram
impossibilitados de o frequentarem. Recordou os valores políticos fundamentais do
MPLA: reforma agrária, reconstrução nacional, poder popular, resistência popular
generalizada, solidariedade. “(…) Nós queremos um ensino verdadeiramente popular, (…) este ensino deve beneficiar as camadas mais exploradas do nosso povo, aquelas que até agora têm sido mantidas, meu grado seu, no obscurantismo (…)”.


[Extracto daqui]


Posts Relacionados:





"Ao longo de 1975, grupos de professores prepararam teses sobre o Ensino em
Angola que foram debatidas no I Grande Encontro Nacional de Educação, entre 23 de Outubro e 5 de Novembro de 1975. O encontro decorria numa altura em que o estado do Ensino estava “calamitoso”, carente de uma descolonização que “libertasse as mentes para a criação de um homem novo” e permitisse o acesso dos mais desfavorecidos, com o desmantelamento das estruturas coloniais. 

Responsáveis pelo MPLA discursaram na sessão de abertura. Lopo do Nascimento falou na necessidade de “formar uma nova mentalidade”, porque a história da educação em Angola juntava a história da sociedade tradicional e a história da sociedade colonial fascista, e a última não lhes interessava. O novo Director Geral do MEC, engenheiro Guerra Marques, falou no “entorpecimento” do ensino colonial decorrente da “máquina colonial‐fascista”.

Além dos conteúdos programáticos o Encontro da Educação discutiu a definição
politico‐ideológica da escola, a sua relação com a produção, a organização das
estruturas escolares na fase da Resistência Popular Generalizada e o escalonamento
dos graus de ensino. “(…) Foram apresentadas centenas de teses. Creio que teve
forte impacto nos professores angolanos apesar do seu escasso número e limitada
preparação (…)”. 

Os objectivos para a Educação ficaram assentes: “elevar o nível de vida” do povo e criar “um Homem Novo Angolano”. Este novo angolano não podia ter os “vícios” da “(…) mistificação colonial, neo‐colonial e imperialista; do dogmatismo e idealismo; da exploração do homem pelo homem, da ignorância e obscurantismo (…)”.

A metodologia devia seguir a linha política do MPLA, obedecendo a dois princípios:
criação de um sistema de aprendizagem, no qual a força principal era o trabalho do
povo, e a promoção de um ensino ligado à produção colectiva."



Lúcio Lara encerrou o encontro com um discurso marcado pelo confronto com
a UNITA e a FNLA. “(…) Na etapa actual (…) a vitória militar torna‐se condição das
conquistas noutras frentes. Eis porque a tarefa fundamental da escola será tornar‐se
uma arma de resistência popular contra a agressão imperialista. As escolas (…) não
poderão perder de vista a ideia de que se devem preparar para a guerra. Todos os seus componentes devem aprender a enfrentar situações de confronto, aprender a
defender‐se e a atacar o inimigo (…)”. O responsável do MPLA preconizou o ensino
gratuito e obrigatório, a adaptação dos conteúdos às realidades angolanas e a eliminação das matérias sem aplicação prática. Defendeu a abertura do ensino médio e universitário aos trabalhadores com prática na produção e aos que se viram
impossibilitados de o frequentarem. Recordou os valores políticos fundamentais do
MPLA: reforma agrária, reconstrução nacional, poder popular, resistência popular
generalizada, solidariedade. “(…) Nós queremos um ensino verdadeiramente popular, (…) este ensino deve beneficiar as camadas mais exploradas do nosso povo, aquelas que até agora têm sido mantidas, meu grado seu, no obscurantismo (…)”.


[Extracto daqui]


Posts Relacionados:



TIRSO AMARAL [10 ANOS]


[13 Junho 2002 - 13 Junho 2012]




[R.I.P.]

Tuesday, 12 June 2012

Novo Livro sobre Kimpa Vita



 306 ANIVERSÁRIO DA MORTE DE KIMPA VITA


 PUBLICACAO DE UM NOVO ROMANCE EM PARIS
  
Numa dinâmica imparável, a capital francesa registou, há dias, o lançamento de mais uma obra literária sobre a célebre heroína africana, trabalho do médico congolês, da margem esquerda, Magloire Mpembi Nkosi, patenteada nas edições Anibwe.
 
A apresentação deste livro enquadrou-se, na comemoração da efeméride marcando a morte na fogueira, vítima da Inquisição, no dia 2 de Julho de 1706, em Evolulu, nos arredores de Mbanza Kongo, atual capital da Província angolana do Zaire.

[Continue lendo aqui]
 


 306 ANIVERSÁRIO DA MORTE DE KIMPA VITA


 PUBLICACAO DE UM NOVO ROMANCE EM PARIS
  
Numa dinâmica imparável, a capital francesa registou, há dias, o lançamento de mais uma obra literária sobre a célebre heroína africana, trabalho do médico congolês, da margem esquerda, Magloire Mpembi Nkosi, patenteada nas edições Anibwe.
 
A apresentação deste livro enquadrou-se, na comemoração da efeméride marcando a morte na fogueira, vítima da Inquisição, no dia 2 de Julho de 1706, em Evolulu, nos arredores de Mbanza Kongo, atual capital da Província angolana do Zaire.

[Continue lendo aqui]
 

Sunday, 10 June 2012

"Top Secret" ou...


... De komo "Gindungu kahombo nu olho du otru e' refresku"!


Perante este cenário, aos agentes dos nossos serviços de informação, os cidadãos não podem senão exigir que, em nome da decência, sejam capazes de ter uma actuação civilizada durante e após a pré e campanhas eleitorais, mesmo face a actos de contestação normais em democracia, em lugar de se refugiarem desastrada e cobardemente no encapuçamento…
Esses actos, de tão perturbadores, a raiar mesmo a esquizofrenia, não poderão continuar, pois, a ser ignorados pelos nossos poderes públicos face à impunidade por parte de quem os pratica.
Para que não continue a cair em cima de muitos dos nossos cidadãos, a prática de espionagem e a devassa da vida privada, como a muita gente acontece actualmente em Portugal.
Mas, se queremos assegurar credibilidade, se queremos que os cidadãos respeitem e sobretudo, que tenham a confiança merecida nos agentes dos nossos serviços de informação, afastando-se do medo que infunde, em muitos casos, a actuação de muitos deles, é urgente que aqueles que têm voz nos corredores do poder, ajudem a introduzir uma nova cultura na sua relação com a sociedade.
Para que a democracia, a cidadania e o crescimento sejam debatidos ao ar livre e deixem de ser engavetados na escuridão do famigerado segredo de Estado...

[Aqui]

Post Relacionado:




... De komo "Gindungu kahombo nu olho du otru e' refresku"!


Perante este cenário, aos agentes dos nossos serviços de informação, os cidadãos não podem senão exigir que, em nome da decência, sejam capazes de ter uma actuação civilizada durante e após a pré e campanhas eleitorais, mesmo face a actos de contestação normais em democracia, em lugar de se refugiarem desastrada e cobardemente no encapuçamento…
Esses actos, de tão perturbadores, a raiar mesmo a esquizofrenia, não poderão continuar, pois, a ser ignorados pelos nossos poderes públicos face à impunidade por parte de quem os pratica.
Para que não continue a cair em cima de muitos dos nossos cidadãos, a prática de espionagem e a devassa da vida privada, como a muita gente acontece actualmente em Portugal.
Mas, se queremos assegurar credibilidade, se queremos que os cidadãos respeitem e sobretudo, que tenham a confiança merecida nos agentes dos nossos serviços de informação, afastando-se do medo que infunde, em muitos casos, a actuação de muitos deles, é urgente que aqueles que têm voz nos corredores do poder, ajudem a introduzir uma nova cultura na sua relação com a sociedade.
Para que a democracia, a cidadania e o crescimento sejam debatidos ao ar livre e deixem de ser engavetados na escuridão do famigerado segredo de Estado...

[Aqui]

Post Relacionado:



Thursday, 7 June 2012

O Soneto e a Emenda...


Ou o Verso & o Reverso do “P(h)oder Total”…
Ou ainda do “Sonho Cor de Rosa” ao “Pesadelo de Cores Mais Escuras”




I. O Verso: O Soneto: O Sonho

SONETO DO AMOR TOTAL

Amo-te tanto meu amor... não cante
O humano coração com mais verdade...
... Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade.

Amo-te enfim, de um calmo amor prestante
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim, muito e amiúde
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.
[Vinícius de Moraes]

ATT: Pode ate' ser que um dia "venhas a morrer por me amares mais do que pudeste"
MAS NAO SERA' CERTAMENTE NO MEU CORPO!!!


II. O Reverso: A Emenda: O Pesadelo

SONETO DO AMOR MAIOR

Maior amor nem mais estranho existe
Que o meu, que não sossega a coisa amada
E quando a sente alegre, fica triste
E se a vê descontente, dá risada.

E que só fica em paz se lhe resiste
O amado coração, e que se agrada
Mais da eterna aventura em que persiste
Que de uma vida mal aventurada.

Louco amor meu, que quando toca, fere
E quando fere vibra, mas prefere
Ferir a fenecer - e vive a esmo

Fiel à sua lei de cada instante
Desassombrado, doido, delirante
Numa paixão de tudo e de si mesmo.
[Vinícius de Moraes]


Q: Quem "sonhou" e quem "pesadelou"?!...





Ou o Verso & o Reverso do “P(h)oder Total”…
Ou ainda do “Sonho Cor de Rosa” ao “Pesadelo de Cores Mais Escuras”


I. O Verso: O Soneto: O Sonho

SONETO DO AMOR TOTAL

Amo-te tanto meu amor... não cante
O humano coração com mais verdade...
... Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade.

Amo-te enfim, de um calmo amor prestante
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim, muito e amiúde
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.
[Vinícius de Moraes]

ATT: Pode ate' ser que um dia "venhas a morrer por me amares mais do que pudeste"
MAS NAO SERA' CERTAMENTE NO MEU CORPO!!!


II. O Reverso: A Emenda: O Pesadelo

SONETO DO AMOR MAIOR

Maior amor nem mais estranho existe
Que o meu, que não sossega a coisa amada
E quando a sente alegre, fica triste
E se a vê descontente, dá risada.

E que só fica em paz se lhe resiste
O amado coração, e que se agrada
Mais da eterna aventura em que persiste
Que de uma vida mal aventurada.

Louco amor meu, que quando toca, fere
E quando fere vibra, mas prefere
Ferir a fenecer - e vive a esmo

Fiel à sua lei de cada instante
Desassombrado, doido, delirante
Numa paixão de tudo e de si mesmo.
[Vinícius de Moraes]


Q: Quem "sonhou" e quem "pesadelou"?!...




Wednesday, 6 June 2012

Quem sera' esta "Eminencia Parda do Regime"?!...




(...) 
E não faltaram os interessados em adquirir a cassete, entre eles, uma das eminências pardas do regime, ao que se julga saber, com ligações a forças de pressão na sociedade, com capacidades invulgares de lançar putativos candidatos a governantes, de interceder em processos judiciais mediáticos, ou, simplesmente, de ser um dos mais respeitáveis «opinion makers», com presença assídua nas TV e jornais.
O resultado desta tra...ma foi a promoção do operacional na hierarquia do Serviço e a crescente entrada no mercado financeiro e empresarial português dos capitais angolanos. O segredo então revelado por Ladeiro Monteiro poderá ter algo a ver com o que referiu Martin Schulz…

Texto daqui

Imagem daqui

Mais detalhes aqui 

 



(...) 
E não faltaram os interessados em adquirir a cassete, entre eles, uma das eminências pardas do regime, ao que se julga saber, com ligações a forças de pressão na sociedade, com capacidades invulgares de lançar putativos candidatos a governantes, de interceder em processos judiciais mediáticos, ou, simplesmente, de ser um dos mais respeitáveis «opinion makers», com presença assídua nas TV e jornais.
O resultado desta tra...ma foi a promoção do operacional na hierarquia do Serviço e a crescente entrada no mercado financeiro e empresarial português dos capitais angolanos. O segredo então revelado por Ladeiro Monteiro poderá ter algo a ver com o que referiu Martin Schulz…

Texto daqui

Imagem daqui

Mais detalhes aqui 

 

Tuesday, 5 June 2012

A (des?) Proposito de...




Estas as "person specifications" para um concurso internacional recentemente lancado pelo Governo Angolano para a prestacao de servicos de apoio tecnico institucional ao Secretariado Nacional da SADC em Luanda:


[clique na imagem para a ampliar]


Mas... uma vez que "estou proscrita", "impropria para consumo" e nao passo de uma "idiota inutil", sugiro como possiveis candidatos dentre a dignissima, competentissima, idoneissima e respeitabilissima Prata da Casa:


E, ja' agora,

Alguem do CEIC (a.k.a. Centro de Estudos Ideologicos Comunistas ou da Psicologia do BD)

Ou ainda, porque nao?

A 'Competentissima e Nada Atrevida' Amelia da Lomba

Ou, melhor ainda, uma destas cavalheiras para que deixem de se queixar de que "estao sempre a promover uns e nao outros"!...

Bocas Intelectualoides


BOA SORTE!





Estas as "person specifications" para um concurso internacional recentemente lancado pelo Governo Angolano para a prestacao de servicos de apoio tecnico institucional ao Secretariado Nacional da SADC em Luanda:


[clique na imagem para a ampliar]


Mas... uma vez que "estou proscrita", "impropria para consumo" e nao passo de uma "idiota inutil", sugiro como possiveis candidatos dentre a dignissima, competentissima, idoneissima e respeitabilissima Prata da Casa:


E, ja' agora,

Alguem do CEIC (a.k.a. Centro de Estudos Ideologicos Comunistas ou da Psicologia do BD)

Ou ainda, porque nao?

A 'Competentissima e Nada Atrevida' Amelia da Lomba

Ou, melhor ainda, uma destas cavalheiras para que deixem de se queixar de que "estao sempre a promover uns e nao outros"!...

Bocas Intelectualoides


BOA SORTE!


Sunday, 3 June 2012

"Belle de Jour"


Dedico a reedicao deste post (datado inicialmente de 10/12/2009) as seguintes pessoas:

- Joao Melo
- Jose' Mena Abrantes e Anacleta Pereira
- Armando Marques Guedes, Henrique Sousa Lara e outros seus amigos e familiares que conheci em Portugal
- Cilita (julgo ser esse o seu nome), membro do "circulo restrito do Sr. Rui Mingas", que conheci atraves do Armando Marques Guedes em Lisboa
- Wanda Oliveira, minha amiga Caboverdiana e colega do ISEG
- Buca Boavida
- Os membros da(s) "equipa(s) de escutas e vigias" que me "acompanharam" em Portugal, incluindo um certo "Big Brother" e outros "Boys Koisifikados" que continuam a "acompanhar" a minha vida ate' hoje.

TODOS SABERAO BEM PORQUE!...



"Call Girl and Scientist"

Por vezes tenho a impressao de que ha’ alguma gente capaz de pagar milhoes para colar um titulo parecido a esse ao meu nome. Mas, mais uma vez, recomendo-lhes que deixem de gastar energia em tal esforco, porque e’ tempo completamente perdido!
E como tempo e’ dinheiro, sugiro-lhes que empatem antes os vossos milhoes a atenderem ao meu apelo aqui feito para patrocinios...

Mas ha’ alguem aqui por terras de sua magestade que tem esse titulo, por merito e por direito. Trata-se da autora de um blog entitulado “Belle de Jour”, que ao longo dos ultimos anos vinha fazendo correr rios de tinta pela imprensa local, e nao so’, devido ao seu tema (a vida sexual como prostituta da sua autora) e a imensa curiosidade e especulacao publica sobre a sua verdadeira identidade. O blog chegou a ser premiado pelo The Guardian como Best Written Blog e deu origem a varios livros e a uma serie televisiva.

Ate’ que, nas ultimas semanas, a identidade da sua autora foi por ela finalmente exposta publicamente: trata-se da Dra. Brooke Magnanti , uma cientista investigadora numa universidade Britanica que se dedica(va?) a prostituicao para financiar o seu doutoramento!

Perfil interessante, mas que nunca me pertenceu, nem se me cola a pele.
O meu, como "pobre e insignificante criatura" que sou, resume-se modestamente a isto.



Dedico a reedicao deste post (datado inicialmente de 10/12/2009) as seguintes pessoas:

- Joao Melo
- Jose' Mena Abrantes e Anacleta Pereira
- Armando Marques Guedes, Henrique Sousa Lara e outros seus amigos e familiares que conheci em Portugal
- Cilita (julgo ser esse o seu nome), membro do "circulo restrito do Sr. Rui Mingas", que conheci atraves do Armando Marques Guedes em Lisboa
- Wanda Oliveira, minha amiga Caboverdiana e colega do ISEG
- Buca Boavida
- Os membros da(s) "equipa(s) de escutas e vigias" que me "acompanharam" em Portugal, incluindo um certo
"Big Brother" e outros "Boys Koisifikados" que continuam a "acompanhar" a minha vida ate' hoje.

TODOS SABERAO BEM PORQUE!...



"Call Girl and Scientist"

Por vezes tenho a impressao de que ha’ alguma gente capaz de pagar milhoes para colar um titulo parecido a esse ao meu nome. Mas, mais uma vez, recomendo-lhes que deixem de gastar energia em tal esforco, porque e’ tempo completamente perdido!
E como tempo e’ dinheiro, sugiro-lhes que empatem antes os vossos milhoes a atenderem ao meu apelo aqui feito para patrocinios...

Mas ha’ alguem aqui por terras de sua magestade que tem esse titulo, por merito e por direito. Trata-se da autora de um blog entitulado “Belle de Jour”, que ao longo dos ultimos anos vinha fazendo correr rios de tinta pela imprensa local, e nao so’, devido ao seu tema (a vida sexual como prostituta da sua autora) e a imensa curiosidade e especulacao publica sobre a sua verdadeira identidade. O blog chegou a ser premiado pelo The Guardian como Best Written Blog e deu origem a varios livros e a uma serie televisiva.

Ate’ que, nas ultimas semanas, a identidade da sua autora foi por ela finalmente exposta publicamente: trata-se da Dra. Brooke Magnanti , uma cientista investigadora numa universidade Britanica que se dedica(va?) a prostituicao para financiar o seu doutoramento!

Perfil interessante, mas que nunca me pertenceu, nem se me cola a pele.
O meu, como "pobre e insignificante criatura" que sou, resume-se modestamente a isto.


Saturday, 2 June 2012

Il Technocratti...






... Falam com tanto "conhecimento de causa"!...


Na conferência de imprensa de ontem JES disse a verdade em relação ao que interessa realmente ao seu Governo no âmbito da integração regional no quadro da SADC, ao estabelecer o ano de 2050 como sendo agora a novo horizonte. O anterior horizonte era 2017, salvo erro.
O que eu não percebi muito bem é se este horizonte é ou não especifico para Angola, que é um dos países da SADC que mais tem bloqueado o surgimento de um mercado comum (livre comércio) na região com as mais diferentes alegações.

Primeiro foi a guerra, depois foram as consequências da guerra. Dez anos depois das armas se terem calado, gostaria de saber quais foram os novos/velhos argumentos de JES para sustentar a sua estratégia derrogatória do quero mas não quero...



Materia (nao) Relacionada:


Post Relacionado:

Il Illuminati








... Falam com tanto "conhecimento de causa"!...


Na conferência de imprensa de ontem JES disse a verdade em relação ao que interessa realmente ao seu Governo no âmbito da integração regional no quadro da SADC, ao estabelecer o ano de 2050 como sendo agora a novo horizonte. O anterior horizonte era 2017, salvo erro.
O que eu não percebi muito bem é se este horizonte é ou não especifico para Angola, que é um dos países da SADC que mais tem bloqueado o surgimento de um mercado comum (livre comércio) na região com as mais diferentes alegações.

Primeiro foi a guerra, depois foram as consequências da guerra. Dez anos depois das armas se terem calado, gostaria de saber quais foram os novos/velhos argumentos de JES para sustentar a sua estratégia derrogatória do quero mas não quero...



Materia (nao) Relacionada:


Post Relacionado:

Il Illuminati



Friday, 1 June 2012

... Enquanto isso, no Facebook...


Ana Koluki
ALERTA!!!

Como os meus amigos terao reparado (caso nao, podem-no verificar) nos ultimos dias desapareceram "misteriosamente" desta pagina alguns posts, nomeadamente:

- a serie de posts sobre "O Meu 27 de Maio"
- um post publicado ha' dois ou tres dias sob o titulo "Just a Thought... Rio de Sangue"
- um post publicado ontem sobre a idade media dos presidentes africanos, entitulado "Da Ditadura da... Idade..." em que mencionava a idade de dois dos presidentes dos partidos da oposicao candidatos a Presidencia Angolana nas proximas eleicoes

E, provavelmente, mais outros terao desaparecido, sem que eu ainda me tenha dado conta!

Hoje nao me tem sido possivel, depois de varias tentativas postar aqui nada excepto "shares" de outras paginas do Facebook...

Vou tentar recuperar os posts mencionados e caso nao o consiga, fica demonstrado que esta e' apenas mais uma evidencia de que o Big Brother Reginaldo Silva, em nome de um partido por ele recentemente criado designado PPH, esta' a cumprir a sua renovada ameaca feita ha' alguns dias, com o seu ja' tristemente celebre "preparem-se para o pior"!!!

SOCORRO!!! — with Simao Cacete and 10 others.
1 · · Share · Tag Friends
·          
    • Description: https://fbcdn-profile-a.akamaihd.net/hprofile-ak-snc4/369106_1414274795_2070835782_q.jpg
Lou Riggio Na Net e em FB e Twitter, podem estar na activa alguns "vermes". Em função daquilo que ocorreu na Primavera Árabe, muitos governos autoritários podem estar a prestar atenção. Sem dúvida, podem contar com peritos chineses também.
22 hours ago ·
    • Description: https://fbcdn-profile-a.akamaihd.net/hprofile-ak-snc4/157170_100003629330971_654603438_q.jpg
Ana Koluki Meu caro amigo, ele e os seus correlegionarios continuarao a chamar-me "psicopata" e nomes afins, mas eu nao tenho duvidas nenhumas: isto e' obra do REGINALDO SILVA!!!
22 hours ago ·
    • Description: https://fbcdn-profile-a.akamaihd.net/hprofile-ak-snc4/572822_1535419933_275672401_q.jpg
Jose Luis Moraes Alçada Não será feitiço?
21 hours ago ·
    • Description: https://fbcdn-profile-a.akamaihd.net/hprofile-ak-snc4/157170_100003629330971_654603438_q.jpg
Ana Koluki Jose Luis Moraes Alçada nao estou a brincar! ISTO E' MUITO SERIO!!! Vao a pagina dele no FB e ao blog dele e vejam as "mensagens"!!! E ha' ainda outros factos relacionados que aqui nao posso divulgar! O que tem que ser dito e' que o RS para alem dos "traumas" da cadeia tem problemas congenitos - ele proprio tem falado dos seus "defeitos de fabrico"! Como por exemplo, o facto de o pai dele ter sido um alcoolatra que nos ultimos anos da sua vida enlouqueceu e andava pelas ruas a falar "a toa"!...
21 hours ago ·
ALERTA (II)!!!

ACABO DE VERIFICAR AGORA QUE TAMBEM DESAPARECERAM OS MEUS POSTS SOBRE O MOVIMENTO ASSOCIATIVO ESTUDANTIL E O MEU POST SOB O TITULO "E POR FALAR EM ESTADO DEMOCRATICO DE DIREITO!!!!

SOCORRO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! — with Timóteo Macedo and 10 others.
Top of Form
1Like · · Share · Tag Friends
·          
    •  
    • Description: https://fbcdn-profile-a.akamaihd.net/hprofile-ak-ash2/260633_100003000230052_180957752_q.jpg
Benedito Funa a onde?os seus direito foram capturados?
20 hours ago · Like
    • Description: https://fbcdn-profile-a.akamaihd.net/hprofile-ak-snc4/157170_100003629330971_654603438_q.jpg
Ana Koluki Sim, meu caro amigo e ha' muito teem sido!!!
20 hours ago · Like

Ana Koluki
ALERTA (III)!!!

Outros posts desaparecidos:

- O meu post sobre "Quem tramou Paula Santana uma Predadora a Solta no Cyberespaco"

- Um post do Master Ngola Nvunji sobre a sua campanha de condenacao dos ataques aos jovens manifestantes

POR FAVOR LEVEM ISTO MUITO A SERIO E AJUDEM-ME COMO PODEREM!!! — with Kanbando Kangica Kioza and 19 others.

Ana Koluki shared Da Kappo's status.
ALERTA (IV)!!!

POSTS DESAPARECIDOS DESTA PAGINA:

- Da serie "Meet the bullies" os ultimos 4 posts: "Meet other bullies - Gustavo Costa et al"; "Meet the Mother of all bullies - Ana Clara Guerra Marques"; "Meet the Father of all bullies - Amavel Marcelo de Jesus Fernandes"; "Meet Someone who was right about it all - Jacques dos Santos"

- Bullies: Entre uns e outros venha o Diabo e escolha!
- Reality Bites
- On Pornography as Violence Against Women
- An Open Letter by African Women to the Swedish Minister of Justice
- When Justice is Served

(Continua)

PLEASE HELP IF/AS YOU CAN!!!






Caros Amigos:

Depois da minha serie de alertas ontem, os posts em questao (ou pelo menos alguns deles) foram "repostos"...
Mas podem ter a certeza que nao se tratou de "falso alarme"!

Deixo-vos apenas estes "comentarios enviezados" para reflexao, em conjunto com outras "mensagens" dos ultimos dias na pagina do Big Brother RS no FB e no seu blog:


Reginaldo Silva Nós vivemos numa sociedade, onde só existe uma força/pessoa que tem poder real e capacidade para influenciar/alterar os acontecimentos. Esta é a nossa dura realidade. Tudo o resto pode já não ser virtual, mas sempre que choca de frente com a estratégia do Big Brother (BB) tem muito poucas hipóteses. Na estratégia do BB a manipulação da comunicação social pública é fundamental. A tal ponto assim se apresentam as coisas que já ouvi alguém dizer que o BB já está preparado até para encaixar a acusação de que Angola é pior que a Coreia do Norte.

==============

Como verificar se os candidatos presidenciais estão mesmo bons para "consumo"?
ATT...
Só se podem candidatar ao cargo de Presidente da República os angolanos de origem com mais de 35 anos de idade que se "encontrem em pleno gozo dos seus direitos, civis, políticos e capacidade física e mental".

Pequeno Soba Reginaldo meu grande kota, tens uma mente fértil, respeitei... rsrss

==============

P.S.: A Queixa Crime segue o seu (lento e dificil, mas seguro e absolutamente determinado) curso!
— with Ginga Ramos and 8 others.



Ana Koluki
ALERTA!!!

Como os meus amigos terao reparado (caso nao, podem-no verificar) nos ultimos dias desapareceram "misteriosamente" desta pagina alguns posts, nomeadamente:

- a serie de posts sobre "O Meu 27 de Maio"
- um post publicado ha' dois ou tres dias sob o titulo "Just a Thought... Rio de Sangue"
- um post publicado ontem sobre a idade media dos presidentes africanos, entitulado "Da Ditadura da... Idade..." em que mencionava a idade de dois dos presidentes dos partidos da oposicao candidatos a Presidencia Angolana nas proximas eleicoes

E, provavelmente, mais outros terao desaparecido, sem que eu ainda me tenha dado conta!

Hoje nao me tem sido possivel, depois de varias tentativas postar aqui nada excepto "shares" de outras paginas do Facebook...

Vou tentar recuperar os posts mencionados e caso nao o consiga, fica demonstrado que esta e' apenas mais uma evidencia de que o Big Brother Reginaldo Silva, em nome de um partido por ele recentemente criado designado PPH, esta' a cumprir a sua renovada ameaca feita ha' alguns dias, com o seu ja' tristemente celebre "preparem-se para o pior"!!!

SOCORRO!!! — with Simao Cacete and 10 others.
1 · · Share · Tag Friends
·          
    • Description: https://fbcdn-profile-a.akamaihd.net/hprofile-ak-snc4/369106_1414274795_2070835782_q.jpg
Lou Riggio Na Net e em FB e Twitter, podem estar na activa alguns "vermes". Em função daquilo que ocorreu na Primavera Árabe, muitos governos autoritários podem estar a prestar atenção. Sem dúvida, podem contar com peritos chineses também.
22 hours ago ·
    • Description: https://fbcdn-profile-a.akamaihd.net/hprofile-ak-snc4/157170_100003629330971_654603438_q.jpg
Ana Koluki Meu caro amigo, ele e os seus correlegionarios continuarao a chamar-me "psicopata" e nomes afins, mas eu nao tenho duvidas nenhumas: isto e' obra do REGINALDO SILVA!!!
22 hours ago ·
    • Description: https://fbcdn-profile-a.akamaihd.net/hprofile-ak-snc4/572822_1535419933_275672401_q.jpg
Jose Luis Moraes Alçada Não será feitiço?
21 hours ago ·
    • Description: https://fbcdn-profile-a.akamaihd.net/hprofile-ak-snc4/157170_100003629330971_654603438_q.jpg
Ana Koluki Jose Luis Moraes Alçada nao estou a brincar! ISTO E' MUITO SERIO!!! Vao a pagina dele no FB e ao blog dele e vejam as "mensagens"!!! E ha' ainda outros factos relacionados que aqui nao posso divulgar! O que tem que ser dito e' que o RS para alem dos "traumas" da cadeia tem problemas congenitos - ele proprio tem falado dos seus "defeitos de fabrico"! Como por exemplo, o facto de o pai dele ter sido um alcoolatra que nos ultimos anos da sua vida enlouqueceu e andava pelas ruas a falar "a toa"!...
21 hours ago ·
ALERTA (II)!!!

ACABO DE VERIFICAR AGORA QUE TAMBEM DESAPARECERAM OS MEUS POSTS SOBRE O MOVIMENTO ASSOCIATIVO ESTUDANTIL E O MEU POST SOB O TITULO "E POR FALAR EM ESTADO DEMOCRATICO DE DIREITO!!!!

SOCORRO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! — with Timóteo Macedo and 10 others.
Top of Form
1Like · · Share · Tag Friends
·          
    •  
    • Description: https://fbcdn-profile-a.akamaihd.net/hprofile-ak-ash2/260633_100003000230052_180957752_q.jpg
Benedito Funa a onde?os seus direito foram capturados?
20 hours ago · Like
    • Description: https://fbcdn-profile-a.akamaihd.net/hprofile-ak-snc4/157170_100003629330971_654603438_q.jpg
Ana Koluki Sim, meu caro amigo e ha' muito teem sido!!!
20 hours ago · Like

Ana Koluki
ALERTA (III)!!!

Outros posts desaparecidos:

- O meu post sobre "Quem tramou Paula Santana uma Predadora a Solta no Cyberespaco"

- Um post do Master Ngola Nvunji sobre a sua campanha de condenacao dos ataques aos jovens manifestantes

POR FAVOR LEVEM ISTO MUITO A SERIO E AJUDEM-ME COMO PODEREM!!! — with Kanbando Kangica Kioza and 19 others.

Ana Koluki shared Da Kappo's status.
ALERTA (IV)!!!

POSTS DESAPARECIDOS DESTA PAGINA:

- Da serie "Meet the bullies" os ultimos 4 posts: "Meet other bullies - Gustavo Costa et al"; "Meet the Mother of all bullies - Ana Clara Guerra Marques"; "Meet the Father of all bullies - Amavel Marcelo de Jesus Fernandes"; "Meet Someone who was right about it all - Jacques dos Santos"

- Bullies: Entre uns e outros venha o Diabo e escolha!
- Reality Bites
- On Pornography as Violence Against Women
- An Open Letter by African Women to the Swedish Minister of Justice
- When Justice is Served

(Continua)

PLEASE HELP IF/AS YOU CAN!!!






Caros Amigos:

Depois da minha serie de alertas ontem, os posts em questao (ou pelo menos alguns deles) foram "repostos"...
Mas podem ter a certeza que nao se tratou de "falso alarme"!

Deixo-vos apenas estes "comentarios enviezados" para reflexao, em conjunto com outras "mensagens" dos ultimos dias na pagina do Big Brother RS no FB e no seu blog:


Reginaldo Silva Nós vivemos numa sociedade, onde só existe uma força/pessoa que tem poder real e capacidade para influenciar/alterar os acontecimentos. Esta é a nossa dura realidade. Tudo o resto pode já não ser virtual, mas sempre que choca de frente com a estratégia do Big Brother (BB) tem muito poucas hipóteses. Na estratégia do BB a manipulação da comunicação social pública é fundamental. A tal ponto assim se apresentam as coisas que já ouvi alguém dizer que o BB já está preparado até para encaixar a acusação de que Angola é pior que a Coreia do Norte.

==============

Como verificar se os candidatos presidenciais estão mesmo bons para "consumo"?
ATT...
Só se podem candidatar ao cargo de Presidente da República os angolanos de origem com mais de 35 anos de idade que se "encontrem em pleno gozo dos seus direitos, civis, políticos e capacidade física e mental".

Pequeno Soba Reginaldo meu grande kota, tens uma mente fértil, respeitei... rsrss

==============

P.S.: A Queixa Crime segue o seu (lento e dificil, mas seguro e absolutamente determinado) curso!
— with Ginga Ramos and 8 others.