Thursday, 15 July 2010

Just Poetry (xxi)

Eu quero essa mulher


Eu quero essa mulher assim mesmo
Essa mulher assim mesmo eu quero
Eu quero essa mulher assim mesmo

Eu quero essa mulher assim mesmo
Eu quero essa mulher assim mesmo
Essa mulher assim mesmo eu quero
Eu quero essa mulher assim mesmo

Eu quero essa mulher assim mesmo
Baratinada
Eu quero essa mulher assim mesmo
Alucinada
Eu quero essa mulher assim mesmo
Despentiada
Eu quero essa mulher assim mesmo
Escapelada
Eu quero essa mulher assim mesmo
Embriagada
Eu quero essa mulher assim mesmo
Intoxicada
Eu quero essa mulher assim mesmo
Desafinada
Eu quero essa mulher assim mesmo
Disintuada


[Caetano Veloso]

2 comments:

jefhcardoso said...

Insistente o Caetano, não! E quem não insiste quando o assunto é o amor?
Jefhcardoso do
http://jefhcardoso.blogspot.com

Koluki said...

Ola'!
E' verdade, ha' que insistir quando algo vale a pena e "tudo vale a pena (especialmente o amor) quando a alma nao e' pequena", apesar de todos os defeitos do corpo...
Obrigada pela visita Jefh.