Wednesday, 11 June 2008

MENSAGENS DE JC!*

{auto-censurado}

13 comments:

Koluki said...

P.S.
Porque poucas duvidas me restam de que o criaturo ira' continuar imparavel no seu assedio sem limites nem qualquer especie de contencao (ate' porque depois dessa ja' me enviou outras duas mensagens), deixo aqui outro aviso:

Da proxima vez publicarei aqui todas as mensagens que deram origem a isto, incluindo aquelas em que insulta da forma mais vil TODOS OS ANGOLANOS e alguns dos seus "cumpadres" na blogosfera...

QUER ESCANDALO? POIS VAI TER!

Koluki said...

P.S.2

Como disse, nao conheco o sujeito pessoalmente de parte nenhuma. Nunca li ou vi qualquer 'obra' dele. Mal tinha antes ouvido falar nele quando ele me comecou a assediar com mensagens - claramente, entre outras coisas, a procura de publicidade e apoios na Inglaterra...

Mas de uma coisa tenho poucas ou nenhumas duvidas: e' quase certamente um sujeito casado, ou com compromissos familiares (pelo menos sei, porque ele me disse, que tem um neto)...
E para alem do obvio ultraje e da provocacao que me fez publicar isto aqui, pretendo tambem ilustrar (no contexto das discussoes sobre 'a mulher na sociedade' dos ultimos dias) como tenho frequentemente sido vitima de sujeitos frustrados nas suas relacoes privadas, presentes ou ao longo das suas miseraveis vidas, e que se enchem de presuncoes e auto-convencimentos a meu respeito (e nao serei, certamente a unica mulher a ter passado por isso, particularmente quando a nossa educacao e cortesia e' imediatamente confundida com tudo menos aquilo que, apenas, e'!) e que, como verdadeiros caes famintos e sarnentos, nao sao capazes de "largar o osso"...
Mas no entanto, as suas mulheres, companheiras, amigas, namoradas ou o que quer que seja, acham invariavelmente que eu, ou qualquer mulher nessa situacao, e' que "anda atras" dos homens delas!
Vai dai, acabo por ser vitima tanto dos ataques de frustracao do tarado e "cheater" sem qualquer vergonha, como tambem dos ciumes da(s) sua(s) respectiva(s) contrapartes!!!
Pois fiquem todos e todas sabendo: esses fulanos andam sempre "barking up the wrong tree" no que a mim diz respeito!
E desmascara-los e' para mim um DEVER!!!

Koluki said...

P.S.3:
Apenas algumas dicas, parciais, do background deste (mais um!) nightmare:


I. Sunday, 2 March, 2008 10:23 PM
ana santana escreveu:

Olhe,

Esta e’ a segunda vez que me vejo atacada por si com um inusitado chorrilho de insultos. Estou segura de que nada fiz para o merecer – muito antes pelo contrario...
Da primeira vez, optei por nem sequer lhe responder e preferi adoptar o meu motto para esse tipo de casos: “You don’t argue with stupidity, less still with irrationality”!
(…)
Porque pensava que estava a lidar com uma pessoa minimamente razoavel (afinal ja’ e’ avo e esperava que, pelo menos, “tivesse mais juizo”), ja’ lhe tinha explicado porque o tinha feito, mas mesmo assim nao teve quaisquer escrupulos em manter uma posicao abusiva de quem nao so’ “me impinge” textos para fazer auto-publicidade gratuita no meu blog, como tambem (…) ora, ponha-se ABUSO nisso!

(…) Portanto, demonstrou com aquela sua resposta uma completa falta de consideracao, de sensibilidade e, mais grave ainda, no minimo uma descarada tentativa de manipulacao!
(...)
Nao preciso tambem de mencionar que me trata por tu, nao reparando que nao o faco em relacao a si, tal como nao o faco com quem nao tenha a minima intimidade, ou com quem nao conheca pessoalmente, mesmo com os melhores amigos do meu blogue… Mas, acabei, de certo modo, por relevar todos os seus desaforos, porque sinceramente tenho muito mais com que me preocupar na vida.

Mas, infelizmente, rapidamente conseguiu fazer-me arrepender de ter relevado… Porque desta vez, e vou aqui poupar-me ter que fazer qualquer descricao do que se passou e ainda esta’ a passar, por ser tao desprezivel (…), nao so’ me embaraca perante um grupo de colegas e amigos, como volta a carga com insultos mais graves ainda: que “apoio racistas” no meu blogue… que sou “portuguesa”… que sei la’ mais o que!!!

Digo-lhe apenas que, se ha’ “racistas” que encontram “acolhimento” no meu blogue, como voce diz, nao e’ nele que fazem as suas expressoes de racismo, porque nao lhes dou qualquer oportunidade, ou respondo-lhes a medida! Se voce foi vitima deles nos seus blogues (que desconheco totalmente) ou noutros blogues, eu nao os frequento e portanto nao posso, nem devo, responder pelo que nao vi, nem me foi dirigido. A este respeito, (...) esquece-se concerteza que voce e’ que veio “dizer que dizer” sobre alguns desses comentaristas, incluindo extractos de comentarios de outros blogues, que me dou o respeito suficiente para nao frequentar…

E, uma coisa e’ alguem ser vitima de racismo enquanto comentador, outra enquanto bloguista… mas obviamente isto e’ uma subtileza que lhe passa completamente ao largo! Mesmo se tal bloguista e’ alguem que, mesmo em detrimento das suas proprias prioridades de publicacao, lhe tem dado um enorme espaco – o que nao o impediu de uma vez “refilar” por nao ter dado destaque separado a um texto seu e te-lo publicado como adenda em anexo… e ainda tem descaramento suficiente para dizer que nao anda a procura de protagonismo em blogues alheios?! Ah... Ah... Ah!!!

Para sua informacao, se ha’ alguem que se afastou totalmente da lusofonia, por todas as razoes e mais algumas, incluindo atitudes abusadoras como as suas, esse alguem sou eu! Ha’ 12 anos, 12! que vivia completamente afastada desse mundo e este meu blogue foi a primeira oportunidade que ofereci a mim mesma de retomar esse contacto… e so’ posso lamentar que alguem que recebi com todo o respeito (obviamente muito mais do que merece) e de bracos abertos como a um irmao, so’ me tenha dado razoes para me afastar DEFINITIVAMENTE! O facto e' que, para alem de alguns familiares e amigos meus, os tais "brancos e n'guetas" de que voce fala, e que talvez sejam familiares das suas avos alentejanas, sao quem tem mantido o espaco de comentarios daquele blogue e, sem pedirem nada em troca (nem publicacao dos seus trabalhos, nem ajudas na Inglaterra...) me teem apoiado nos momentos mais dificeis! Nunca vi la' qualquer "brother" nesses momentos!!! Mas para pedir, para exigir, para insultar, para abusar, ISSO ESTAO SEMPRE PRONTOS!!!!!!

Claramente nao afinamos pelo mesmo diapasao de principios, valores e postura perante a vida! Claramente nao temos o mesmo “sentido de humor” ou de "oportunidade"! Portanto, para evitar que o ditado “nao ha’ duas sem tres” se venha a verificar neste caso (ate’ porque tal como da outra vez, (...)continua a mandar-me e-mails como se eu nao tivesse mais que fazer!) e porque ENOUGH IS ENOUGH: quero que saiba que estou FARTA dos seus abusos de confianca, ingratidao, insultos e provas de falta dos mais elementares principios de educacao e cavalheirismo, em suma, de FALTA DE RESPEITO – o que nao e’, alias, de espantar tratando-se de tao “distinto lusofono”!

Portanto, faca o favor de nao me voltar a contactar SEJA PARA O QUE FOR!
Mas sempre lhe sugiro, amigavelmente: APRENDA A RESPEITAR-SE, caso tal ainda lhe seja possivel na sua idade…

MUITO OBRIGADA!

II.From:
"ana santana"
View contact details
To: "John Karl"

DEFINITIVAMENTE VOCE PRECISA DE TRATAMENTO....
AGORA OS INSULTOS ESTENDEM-SE AOS ANGOLANOS! QUEM DIRIA...
VOCE TEM A LINGUA MUITO SUJA E MUITO SOLTA SABIA?!
DEFINITIVAMENTE ENGANOU-SE NO NUMERO DA PORTA: GENTE ORDINARIA DA SUA LAIA NUNCA FEZ PARTE DAS MINHAS RELACOES SEJA DE QUE TIPO FOR!
QUEM ANDA DEPRIMIDO E E' UM FRUSTRADO E COMPLEXADO ATE' DIZER CHEGA E' VOCE - E ISSO JA' TODA A GENTE QUE LE AS SUAS BABOSEIRAS E VE O SEU COMPORTAMENTO PELA INTERNET JA' SE TERA' APERCEBIDO!

III.From: "ana santana"
To: "John Karl"

VOCE SO' METE PENA!!!
SE TIVESSE CONSEGUIDO ALGUMA COISA NA VIDA NAO ANDAVA PARA AI A MENDIGAR EM BLOGUES ALHEIOS E A POLUIR OS ENDERECOS ELECTRONICOS DE QUEM TEM MAIS QUE FAZER DO QUE ATURAR FRUSTRADOS E ARROGANTES QUE NAO SE ENXERGAM POR MUITO QUE OS MANDEM, DE FORMA DIRECTA OU INDIRECTA A *****!!!
TENHA VERGONHA NA CARA CASO ISSO AINDA LHE SEJA POSSIVEL!!!!

IV. From: "ana santana"
To: "John Karl"

POIS, POIS! "BOA EDUCACAO" SO' "APARECE" QUANDO HA' ALGO POR TRAS... QUANDO HA' ALGO PARA SE APROVEITAR... QUANDO HA' PROTAGONISMO A SE GANHAR... JA' DEVE TER RECEBIDO O EMAIL DO MEU AMIGO A CONVIDA-LO PARA O GRUPO, POR MINHA SUGESTAO. POR ISSO LHE CONVEM PARECER MUITO BEM EDUCADINHO, NAO E'???!!!
DIGO-LHE UMA COISA: NUNCA VI NA MINHA VIDA MAIOR ORDINARIO E NEM MAIOR OPORTUNISTA DO QUE "SUA EXCELENCIA"!!!
QUER TER O MESMO PROTAGONISMO E MERECER O MESMO RESPEITO QUE MERECE O SEU TIO? AH! AH! AH!!!!

V. From: "ana santana"
To: joaocraveirinha@yahoo.com.br

AH! FALTOU JUNTAR AO FRUSTRADO, ORDINARIO, OPORTUNISTA, APROVEITADOR DESCARADO, COBARDE, DESPUDORADO DE MEIA TIGELA, MAL-EDUCADO E QUANTOS OUTROS NOMES QUE A MINHA EDUCACAO NAO ME PERMITE USAR, UMA PALAVRA QUE E' NO FUNDO A QUE O CARACTERIZA MELHOR: RECALCADO!!!

VI.ana santana escreveu:

POR FAVOR, TRATE-SE!

VII. From: "ana santana"
To: "John Karl"

E ESCUSA DE CONTINUAR A TENTAR POLUIR A MINHA MAILBOX PORQUE ACABEI DE BLOQUEAR O SEU ENDERECO!!!

----

N.B.:

Creio que perante estas mensagens, cada uma deles em resposta a uma sucessao de emails insultuosos e provocatorios de sua excelencia, qualquer pessoa com um minimo de auto-respeito teria imediatamente retirado o meu endereco de qualquer das suas listas... Mas o que e' facto e' que esse sujeito continuou repetidamente a enviar-me emails indesejados durante todo este tempo (desde Marco) e praticamente todos, como se pode ver no que deu mais directa origem a este post, pessoalmente enderecados a mim!

Koluki said...

“NAO ADMITO MULHERES QUE SE ME NEGUEM!”

Foi com essa frase, de que nunca mais me esqueci ou esquecerei, que, ja’ la’ vao bastantes anos, um individuo (por sinal mulato, por sinal pintor “de renome” – tal como o criaturo indecente a quem aqui me dirijo) me ameacou, nao sei se de violacao ou de qualquer outra coisa, depois de me ter convidado para dancar e pelo meio ter comecado a “elogiar” os meus labios e a tentar beijar-me… Nunca cheguei a saber qual era a “ameaca”, porque imediatamente o larguei ali na pista de danca da discoteca lisboeta onde, “interestingly enough”, a mulher dele tambem estava presente, mas momentaneamente “longe da vista” (e do coracao?), e pedi a um amigo-como-irmao (por sinal branco) que estava connosco que me levasse imediatamente para casa!

Este post e’ apenas o resultado de uma atitude em tudo semelhante a que acabo de relatar… Mas passaram-se os anos e, com eles, o tempo em que engolia em silencio as lagrimas, a humilhacao, o nojo, o asco e a revolta que me provocavam!

E nao vale a pena (re)comecarem, mais uma vez, a bradar aos ceus com gritos de “shock, shock, horror, horror! que racista e’ esta mulher! o que e’ que tem a ver o facto de ser mulato?!”… Porque a verdade incontornavel, meus senhores e minhas senhoras, e’ que a generalidade dos mulatos nas nossas sociedades foram condicionados psicologicamente para se considerarem “superiores” a(o)s negra(o)s e, invariavelmente, acham que quando “se interessam” por uma negra (ou sera’ ‘nigger’?) lhe estao a fazer “um grande favor” e… rejeicao e’ a ultima coisa que sao capazes de engolir!

Negras essas com quem teem os maiores complexos de se relacionar, ou ate’ de falar, abertamente em publico (nao e’ por acidente que, tendo-me conhecido atraves da blogosfera, nunca, ou apenas uma vez e apenas para servirem os seus ‘interesses imageticos’, fazem comentarios no meu blog…) mas que nao teem o menor escrupulo de tentar a qualquer custo “arrastar a asa” pela calada e quando nao conseguem os seus vis intentos nao hesitam em espanca-las – se nao fisicamente devido a distancia, psicologicamente por email…

Mesmo quando oportunistica e ridiculamente se apresentam “travestidos” de ba-Kongo, porque o mais das vezes demonstram e’ idenficar-se culturalmente com seus avoengos Algarvios, avoengas Alentejanas, mais seus ‘cumpadres’ Arabes! Havera’, certamente, excepcoes a regra, mas sou capaz de apostar que elas se encontrarao mais facilmente fora do espaco lusofono… Por isso as minhas desculpas antecipadas a quem eu possa estar aqui a ofender inadvertidamente!

E isso e’ tambem, em grande medida, tal como a sucessao de “mal-entendidos” de que tenho sido vitima na blogosfera, tanto por parte de homens como de mulheres, resultado da imagem de “mulher facil e folgada” que se propagou da Mulher Angolana pelo mundo e muito particularmente pela Africa (… e o que eu sei sobre isso, senhoras e senhores…)! Por isso tenho reagido como reajo, embora sempre mal compreendida, a esse tipo de baixarias! E faco-o com tanto mais revolta e indignacao quanto o(a)s principais autor(a)es da propagacao dessa imagem de “licenciosidade”, sao invariavelmente tratad(a)os como deuse(a)s intocaveis, mantendo-se assim imunes ao assedio de todos os lados e de todo o tipo que esse estereotipo suscita sobre mulheres que, como eu, sao tidas como “vulneraveis”…

E tambem como resultado disso, nao e’ por mero acaso que os ataques desse cretino asqueroso, bocal de quinta categoria, sao particularmente dirigidos a minha “intelectualidade”! E como tambem esta’ documentado na blogosfera [por sinal, e talvez tambem entre outros, num blog mocambicano cujo dono, mesmo depois dos meus esclarecimentos e pedidos nesse sentido, se recusa a retirar os comentarios venenosos que la’ foram colocados sobre mim por uma carraca/pulga/percevejo tao ‘irreal’ como este verme sem nome – veja-se como, por coincidencia (?), teem o mesmo esgar/pretensa gargalhada histerica, tao tipica de tresloucados – e que, pelas mesmas razoes, acabou por ter o mesmo tratamento da minha parte… blog esse a que aqui em certa altura dei o mais elogioso destaque…] a minha “capacidade de pensar” tem sido particularmente a area de ataque que esses frustradoszinhos invejosos, incapazes e incompetentes, visam quando nao conseguem de mim, nem a ferros ou ‘forceps’, o que pensavam obter como quem simplesmente ordena uma bebida numa taberna ou prostibulo qualquer!

Era so’ o que me faltava agora: aceitar cabisbaixa todo o tipo de ataques soezes a minha integridade moral, reputacao pessoal e sanidade mental, com insultos e humilhacoes absolutamente nao provocados a mistura, por parte de um qualquer ordinario sem eira nem beira, kangamassa da tugi, saido va-se la’ saber donde, metido a ‘celebrity do quinto mundo e intelectual da kabunga’, so’ porque tem o sobrenome que tem e, va-se la’ saber por que portas travessas, entendeu que tem o mesmo DNA que eu?! O que e’ facto e’ que jamais (jamais du tout!, como dizia a minha querida, dignissima e honradissima avo ba-Kongo) alguma vez fui molestada, minimamente que fosse, quanto mais com todo o chorrilho de insultos que tenho recebido ao longo dos ultimos meses desse crapula sem qualquer qualificacao, por nenhum dos verdadeiros ba-Kongo com quem me tenho cruzado e convivido ao longo da minha vida ate’ hoje! Repito: JAMAIS! JAMAIS DU TOUT!!!

umBhalane said...

ANA

É com tristeza, e com uma profunda decepção (não digo mágoa, tristeza, …) que vejo escrito a sua decisão de abandonar DEFINITIVAMENTE, o que chama de lusofonia.

Ainda sou do tempo em que os bons ganhavam sempre aos bandidos, quem quer que eles fossem.

Estamos num tempo diferente, eu sei!

Não vou tecer quaisquer comentários à “maka” (não sei se cheguei a aprender correctamente, se tive tempo, ou cheguei tarde demais), apenas lhe dizer, que tudo o que disse e ficou por dizer, foi pouco.

O que quero mesmo, é transmitir-lhe a minha profunda admiração/respeito em 1º lugar, e simultaneamente a minha solidariedade incondicional.

A Ana faz falta, muita falta no mundo da blogosfera, qualquer que ela seja, e a de expressão em língua portuguesa, em particular.

Não preciso relembrar-lhe o 1º comentário que fiz na sua “casa”. Foi verdadeiro, sentido.

A Ana é uma Mulher inteligente, prática, e racionalmente equilibrada e honesta.

A Ana é uma Mulher de lutas, de batalhas, de convicções profundas.

A Ana sabe, muito melhor do que eu, a quantidade de leitores de Países que TAMBÉM se expressam em Português, que a visitam.

2.870 Brasil

2.698 Portugal

0641 Angola

0210 Moçambique

0016 Cabo Verde

0007 Macau

0002 Guiné-Bissau

0002 STPríncipe



Os milhares da diáspora.

Os milhares de “primos” em Galego/Catalão/Valenciano/Castelhano.



Valemos menos que 1, 1 só, crápula?

Vale o crápula assim tanto?

Valemos assim tão pouco?



NÃO.

DEFINITIVAMENTE, não.



Eu recuso-me.



A Ana nada nos deve, que fique bem claro.

É nossa credora.



Nós devemos-lhe a partilha dos seus conhecimentos, o trabalho de manter aceso o espaço que nos proporciona, a sua entrega.

E mais, muito mais.



E eu, particularmente, lhe devo um muito obrigado, e um pedido sincero e profundo, para que definitivamente



FIQUE.



Um grande, e solidário, abraço.



umBhalane





PS – Pode utilizar como, e quando quiser.

Anonymous said...

So uma pergunta dentro da sua optica: Barack Obama nao eh tambem mulato? Pois eh de pai negro e mae branca? Entao parce que ha alguma contradicao no que diz e anda a pregar no deserto.

Koluki said...

Caro umBhalane:

Tomei devida nota da sua mensagem.
Nao estou no melhor dos espiritos para lhe responder adequadamente neste momento.
Queria apenas esclarecer, a si e a outros amigos que me enviaram mensagens de solidariedade por email, que nao decidi encerrar DEFINITIVAMENTE o blog.
Decidi apenas encerra-lo (no sentido de suspender as postagens) temporariamente porque, absolutamente, preciso de algum TIME OUT da blogosfera.

Obrigada.

Koluki said...

Caso o "Anonimo" saiba ler repito aqui um extracto do que escrevi acima:

"Havera’, certamente, excepcoes a regra, mas sou capaz de apostar que elas se encontrarao mais facilmente fora do espaco lusofono…"

E, como certamente tera' alguma dificuldade em compreender, Barack Obama, tal como a generalidade dos 'mulatos' Americanos assume-se e sempre se assumiu como NEGRO em todos os aspectos da sua vida publica e privada...

DIASPORENSE said...

Aqui tens o abraco do tamanho da nossa ANGOLA de um BROTHER que se nao tem estado sempre presente esta sempre SOLIDARIO!

Koluki said...

Diasporense: Obrigada BRO!

Koluki said...

N.B.
umBhalane: outra coisa que tenho desde ja' que clarificar e' que quando falo em "afastar-me DEFINITIVAMENTE" nao me estou a referir a Lusofonia, mas apenas ao sujeito a quem me dirijo naquela mensagem - que foi escrita em Marco, como alias todas as outras que aqui expus como 'background'. Tanto e' assim que nao so' continuei a 'blogar' em Portugues desde Marco, como ate' fui a Lisboa pela primeira vez em 12 anos depois disso...

Abraco.

luis said...

E outro abraço solidário de Lisboa!
Don´t Give Up!
L

Koluki said...

Thanks a lot L.
I never give up... it's the up that sometimes gives down on me!
K&H