Sunday, 15 April 2007

MAKAS NA SANZALA GLOBAL

Durante a semana que hoje termina, de tao absorvida que estive em "makas de sanzala", fui seguindo apenas de soslaio algumas das interessantes makas que se desenrolavam na sanzala global. Um pouco para "acabar de vez com a cultura", isto e', com a maka na sanzala local, deixo aqui este resumo das makas globais da semana.


I. IMUS FURORE


Don Imus, de 67 anos de idade, apresentador de um popular programa de radio da cadeia americana MSNBC, afirmou aos seus microfones que as atletas da equipa feminina de basquetebol do Colegio Rutgers (jovens negras de cerca de 19/20 anos) nao passavam de umas “nappy-headed hos”… intraduzivel, mas altamente ofensivo para as vizadas e nao so’! Porque disse ele isso? Aparentemente, por nenhuma outra razao senao porque lhe apeteceu… E tambem, ao que parece, porque se sentiu justificado pela moda de assim se tratar as jovens mulheres negras no mundo da musica rap e hip-hop (lembram-se da maka Ophra vs. 50 Cent que AQUI relatei nas primeiras semanas deste blog?).

("I got a little 50 cent in my i-pod")

Seguiu-se um furor nacional em que praticamente toda a gente que tem alguma coisa a dizer sobre sexismo e racismo nos EUA apareceu nas networks televisivas a dizer de sua justica, desde Whoopi Goldberg, a varios dirigentes do NAACP, passando pelos Revs. Jesse Jackson e Al Sharpleton. Barack Obama, por exemplo, disse: "He didn't just cross the line, he fed into some of the worst stereotypes." Por seu lado, Snoop Dogg, defendendo a sua “dama” (i.e. o rap e hip-hop), saiu-se com esta: "It's a completely different scenario, first of all, we ain't no old-a— white men that sit up on MSNBC going hard on black girls. We are rappers that have these songs coming from our minds and our souls that are relevant to what we feel. I will not let them mother—s say we in the same league." O que levou alguns analistas a considerarem se pelo menos parte da confusao de “linhas de demarcacao” nao adviria de as ofensas terem sido proferidas fora de um "contexto artistico"…

Resultado: apesar de se ter desculpado perante as ofendidas e o pais, Don Imus foi sumariamente despedido da MSNBC! ... Indeed, outros mundos!!!


II. PRESIDENTE DO BANCO MUNDIAL EM SARILHOS...


O Presidente do Banco Mundial, Paul Wolfowitz tem estado envolvido em grandes makas nos ultimos dias por ter sido apanhado em “flagrante delito”… Bom, nao exactamente, mas o que acontece e’ que ele e’ acusado pelo seu board e staff de usar o pior tipo de favoritismo para com uma sua ex(?) namorada, Shaha Riza, funcionaria do BM, facultando-lhe uma imerecida promocao e um aumento de salario que a pos a ganhar cerca de USD 200 mil/ano, o que se diz ser mais do que a remuneracao de Condolezza Rice…

Resultado: Wolfowitz emitiu um pedido publico de desculpas, mas nao parece que as tenha ainda obtido de todos quantos pedem a sua demissao imediata, a excepcao de George Bush que e’ o seu mais firme apoiante… Por isso vai dar hoje uma conferencia de imprensa e talvez durante a proxima semana se saiba o desfecho desta maka.


III. KASPAROV: DO XADREZ A POLITICA... AO XADREZ... AND BACK!


Gary Kasparov emergiu ha poucas horas do que parecia ser uma longa obscuridade, depois de ter feito as headlines mundiais como campeao mundial de xadrez durante varios anos, como um dos mais determinados oponentes do actual presidente Russo. Enquanto escrevia este post, ele estava a ser entrevistado, numa sessao pre-gravada do programa “Hardtalk” da BBC News 24 (... uma especie de combate de boxe entre entrevistador e entrevistado, nao aconselhavel aos de tensao alta ou de espirito enfraquecido por decadas de censura stalinista...), onde explicava como pretende aplicar as suas tacticas e estrategias de xadrez para dar um xeque-mate a Putin e como, possivelmente, ainda voltara' ao top do xadrez mundial… Mas nao foi por isso que ele fez as headlines.

Kasparov foi levado para o xadrez nas ultimas horas de ontem, entre varias dezenas de outros manifestantes que, em Moscovo, protestavam, no que apelidaram a “Marcha da Dissidencia” contra o regime de Putin, na historica Praca Pushkin, nas imediacoes do Kremlin, gritando: “precisamos de uma nova Russia”! Kasparov era um dos lideres da manifestacao, como dirigente do movimento “The Other Russia” (uma coligacao que engloba um vasto espectro de participantes, desde liberais pro-ocidentais a esquerdistas radicais) que acusa Putin de estar a desmantelar a democracia no pais.

A manifestacao aconteceu poucas horas depois de Boris Berezovsky, um bilionario russo que se tem destacado na oposicao a Putin, ter afirmado ontem ao ‘Guardian’ estar a planear uma revolucao a partir do seu exilio em Londres, o que contribuiu para uma ainda maior tensao nas relacoes Londres/Moscovo desde a misteriosa (?) morte por envenenamento ha’ alguns meses de um outro opositor do regime de Putin exilado em Londres, Alexander Litvinenko.

Kasparov foi, entretanto, posto em liberdade.


IV. WILLS & KATE JA' ERAM...


Finalmente, a grande historia que eclodiu nas ultimas horas e que certamente fara’ as headlines por muito tempo ainda: “Prince William and Kate Middleton are no longer an item!” Assim surgiu ontem a noticia como um exclusivo do tabloide londrino “The Sun” que, entretanto, se difundiu por toda a imprensa mundial.

Aparentemente, depois de 4 anos de namoro e alguns meses de quase noivado, o filho de Diana e a sua namorada, apenas um pouco acima da "middle England" no sistema de classes Britanico, decidiram seguir cada um o seu caminho. Do lado dele sugere-se que as razoes terao a haver com a prioridade que decidiu dar a sua carreira militar e, do lado dela, ao intenso escrutinio dos media e a perseguicao dos papparazzi (ring any bells?)…


Durante a semana que hoje termina, de tao absorvida que estive em "makas de sanzala", fui seguindo apenas de soslaio algumas das interessantes makas que se desenrolavam na sanzala global. Um pouco para "acabar de vez com a cultura", isto e', com a maka na sanzala local, deixo aqui este resumo das makas globais da semana.


I. IMUS FURORE


Don Imus, de 67 anos de idade, apresentador de um popular programa de radio da cadeia americana MSNBC, afirmou aos seus microfones que as atletas da equipa feminina de basquetebol do Colegio Rutgers (jovens negras de cerca de 19/20 anos) nao passavam de umas “nappy-headed hos”… intraduzivel, mas altamente ofensivo para as vizadas e nao so’! Porque disse ele isso? Aparentemente, por nenhuma outra razao senao porque lhe apeteceu… E tambem, ao que parece, porque se sentiu justificado pela moda de assim se tratar as jovens mulheres negras no mundo da musica rap e hip-hop (lembram-se da maka Ophra vs. 50 Cent que AQUI relatei nas primeiras semanas deste blog?).

("I got a little 50 cent in my i-pod")

Seguiu-se um furor nacional em que praticamente toda a gente que tem alguma coisa a dizer sobre sexismo e racismo nos EUA apareceu nas networks televisivas a dizer de sua justica, desde Whoopi Goldberg, a varios dirigentes do NAACP, passando pelos Revs. Jesse Jackson e Al Sharpleton. Barack Obama, por exemplo, disse: "He didn't just cross the line, he fed into some of the worst stereotypes." Por seu lado, Snoop Dogg, defendendo a sua “dama” (i.e. o rap e hip-hop), saiu-se com esta: "It's a completely different scenario, first of all, we ain't no old-a— white men that sit up on MSNBC going hard on black girls. We are rappers that have these songs coming from our minds and our souls that are relevant to what we feel. I will not let them mother—s say we in the same league." O que levou alguns analistas a considerarem se pelo menos parte da confusao de “linhas de demarcacao” nao adviria de as ofensas terem sido proferidas fora de um "contexto artistico"…

Resultado: apesar de se ter desculpado perante as ofendidas e o pais, Don Imus foi sumariamente despedido da MSNBC! ... Indeed, outros mundos!!!


II. PRESIDENTE DO BANCO MUNDIAL EM SARILHOS...


O Presidente do Banco Mundial, Paul Wolfowitz tem estado envolvido em grandes makas nos ultimos dias por ter sido apanhado em “flagrante delito”… Bom, nao exactamente, mas o que acontece e’ que ele e’ acusado pelo seu board e staff de usar o pior tipo de favoritismo para com uma sua ex(?) namorada, Shaha Riza, funcionaria do BM, facultando-lhe uma imerecida promocao e um aumento de salario que a pos a ganhar cerca de USD 200 mil/ano, o que se diz ser mais do que a remuneracao de Condolezza Rice…

Resultado: Wolfowitz emitiu um pedido publico de desculpas, mas nao parece que as tenha ainda obtido de todos quantos pedem a sua demissao imediata, a excepcao de George Bush que e’ o seu mais firme apoiante… Por isso vai dar hoje uma conferencia de imprensa e talvez durante a proxima semana se saiba o desfecho desta maka.


III. KASPAROV: DO XADREZ A POLITICA... AO XADREZ... AND BACK!


Gary Kasparov emergiu ha poucas horas do que parecia ser uma longa obscuridade, depois de ter feito as headlines mundiais como campeao mundial de xadrez durante varios anos, como um dos mais determinados oponentes do actual presidente Russo. Enquanto escrevia este post, ele estava a ser entrevistado, numa sessao pre-gravada do programa “Hardtalk” da BBC News 24 (... uma especie de combate de boxe entre entrevistador e entrevistado, nao aconselhavel aos de tensao alta ou de espirito enfraquecido por decadas de censura stalinista...), onde explicava como pretende aplicar as suas tacticas e estrategias de xadrez para dar um xeque-mate a Putin e como, possivelmente, ainda voltara' ao top do xadrez mundial… Mas nao foi por isso que ele fez as headlines.

Kasparov foi levado para o xadrez nas ultimas horas de ontem, entre varias dezenas de outros manifestantes que, em Moscovo, protestavam, no que apelidaram a “Marcha da Dissidencia” contra o regime de Putin, na historica Praca Pushkin, nas imediacoes do Kremlin, gritando: “precisamos de uma nova Russia”! Kasparov era um dos lideres da manifestacao, como dirigente do movimento “The Other Russia” (uma coligacao que engloba um vasto espectro de participantes, desde liberais pro-ocidentais a esquerdistas radicais) que acusa Putin de estar a desmantelar a democracia no pais.

A manifestacao aconteceu poucas horas depois de Boris Berezovsky, um bilionario russo que se tem destacado na oposicao a Putin, ter afirmado ontem ao ‘Guardian’ estar a planear uma revolucao a partir do seu exilio em Londres, o que contribuiu para uma ainda maior tensao nas relacoes Londres/Moscovo desde a misteriosa (?) morte por envenenamento ha’ alguns meses de um outro opositor do regime de Putin exilado em Londres, Alexander Litvinenko.

Kasparov foi, entretanto, posto em liberdade.


IV. WILLS & KATE JA' ERAM...


Finalmente, a grande historia que eclodiu nas ultimas horas e que certamente fara’ as headlines por muito tempo ainda: “Prince William and Kate Middleton are no longer an item!” Assim surgiu ontem a noticia como um exclusivo do tabloide londrino “The Sun” que, entretanto, se difundiu por toda a imprensa mundial.

Aparentemente, depois de 4 anos de namoro e alguns meses de quase noivado, o filho de Diana e a sua namorada, apenas um pouco acima da "middle England" no sistema de classes Britanico, decidiram seguir cada um o seu caminho. Do lado dele sugere-se que as razoes terao a haver com a prioridade que decidiu dar a sua carreira militar e, do lado dela, ao intenso escrutinio dos media e a perseguicao dos papparazzi (ring any bells?)…


No comments: